Campanha de Alckmin teme fuga de aliados do ‘Centrão’

Correio do Pantanal

18 set 2018 às 09:25 hs
Campanha de Alckmin teme fuga de aliados do ‘Centrão’


Por Andréia Sadi

Integrantes da campanha do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, avaliam como real a possibilidade, na reta final da campanha, de uma “fuga” de aliados dos partidos do “Centrão” para candidatos adversários, como Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT).

Segundo o blog apurou, o cenário no QG tucano é avaliado como “real” se o ex-governador de São Paulo não decolar na reta final, já pregando o voto útil para chegar ao segundo turno como o candidato anti-PT.

‘A campanha do Alckmin já discute migração do apoio dos partidos do Centrão’, diz Sadi
Jornal GloboNews Edição das 16h
'A campanha do Alckmin já discute migração do apoio dos partidos do Centrão', diz Sadi
‘A campanha do Alckmin já discute migração do apoio dos partidos do Centrão’, diz Sadi

O “Centrão” é formado pelos partidos apontados como os mais fisiológicos do Congresso, como PP, PR e PRB. Oficialmente, o grupo fechou com Alckmin – levando a vice (Ana Amélia, senadora do PP) e cargos a prazo – em troca do tempo de TV ao PSDB. Antes, o bloco flertou com a campanha de Ciro Gomes e, alguns partidos, como o PR, chegaram a conversar com Bolsonaro.

Mesmo apoiando oficialmente Alckmin, por questões locais, alguns caciques do “Centrão” já fazem campanha para adversários do tucano – como o caso de Ciro Nogueira, presidente do PP, que pede votos para o PT no Piauí.

Como o candidato do PSDB ainda não decolou nas pesquisas, tucanos temem que, agora, outros líderes de partidos do “Centrão” também peçam votos para adversários de Alckmin – de olho em cargos e espaços em um futuro governo vitorioso.

Segundo o blog apurou, líderes do DEM – que também integra o “Centrão”- são contra a migração.

O DEM é o partido que tradicionalmente apoia o PSDB.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: