Adolescente é estuprada quando ia trabalhar e suspeito é preso em mercado fazendo compras

Correio do Pantanal

19 ago 2018 às 17:49 hs
Adolescente é estuprada quando ia trabalhar e suspeito é preso em mercado fazendo compras

O veículo foi identificado através de câmeras de segurança de residências

Uma adolescente de 17 anos foi estuprada quando ia para o trabalho na manhã da última sexta-feira (17). Ela foi abordada por um homem de 25 anos no momento em que estava no ponto de ônibus, em um Bairro da Região Norte de Campo Grande, ele estava armado com uma pistola e a obrigou a entrar no carro que dirigia.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima estava indo para o trabalho por volta das 5h40, quando foi abordada por um homem moreno e alto que conduzia um veículo prata. O autor estava armado com uma pistola a ameaçou dizendo que iria matá-la se ela não entrasse no veículo.

A vítima entrou no carro e foi levada para uma fazenda próxima à Cidade dos Meninos, onde foi estuprada. Depois o autor deixou a vítima próximo a um mercado. A vítima procurou a polícia e foi encaminhada para uma unidade de saúde para receber os devidos cuidados médicos.

O suspeito foi preso nesse sábado (19), pela Polícia Militar do Nova Lima, após divulgação de imagens de câmeras de segurança de residências que mostram o veículo passando pelo local onde a vítima foi abordada.

A adolescente e o tio passaram no mercado do bairro e viram o carro com as mesmas características do qual ela tinha sido abordada, eles acionaram a polícia que compareceu ao local e efetuou a prisão do autor que estava fazendo compras. Conforme informações da Polícia Militar, a vítima havia dispensado um papel de bala na porta do veículo, que durante vistoria foi encontrado pelos policiais. Ele foi encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Matéria atualizada às 16h08 para acréscimo de informações.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: