Administração Trump processa Califórnia por leis de proteção a imigrantes ilegais

Correio do Pantanal

7 mar 2018 às 07:42 hs
Administração Trump processa Califórnia por leis de proteção a imigrantes ilegais

EPA/ANDREW HARRER

O processo judicial nomeia como arguidos o estado da Califórnia, o respetivo governador, Jerry Brown, e o procurador-geral, Xavier Becerra

A Administração Trump processou hoje a Califórnia para impedir a aplicação de leis estaduais que conferem proteção a imigrantes ilegais, na sua mais agressiva ação, até agora, para obrigar os chamados santuários a cooperarem com as autoridades da imigração.

O Departamento de Justiça argumenta que três das leis estaduais que, entre outras coisas, impedem a polícia de inquirir as pessoas sobre a sua situação legal nos Estados Unidos e de participar em ações de fiscalização das autoridades federais de imigração são inconstitucionais e estão a impedir os agentes federais de fazerem o seu trabalho.

O processo judicial nomeia como arguidos o estado da Califórnia, o respetivo governador, Jerry Brown, e o procurador-geral, Xavier Becerra.

As autoridades californianas mantiveram-se caracteristicamente desafiadoras, prometendo defender a sua legislação histórica. “Eu digo: eles que venham”, declarou o presidente do Senado da Califórnia, Kevin de Leon, um democrata de Los Angeles que elaborou a lei estadual de santuário.

Esta foi a mais recente jogada na disputa crescente entre a Administração Trump e a Califórnia, que tem resistido ao Presidente em questões como impostos e política sobre a marijuana e se tem recusado, de forma provocadora, a ajudar os agentes federais a deter e deportar imigrantes ilegais.

As autoridades da Imigração e Fronteiras anunciaram que vão aumentar a sua presença na Califórnia, e o Procurador-Geral, Jeff Sessions, quer cortar verbas às jurisdições que não cooperarem.

Na terça-feira à noite, o governador californiano, Jerry Brown, imitou Trump, escrevendo na rede social Twitter: “Numa altura de convulsão política sem precedentes, Jeff Sessions veio à Califórnia para dividir e polarizar ainda mais os Estados Unidos da América. Jeff, estas manobras políticas podem ser a norma em Washington, mas aqui não funcionam. TRISTE!!!”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: