Eleição em chapa única deve reconduzir Valdir Júnior ao comando da Assomasul

Correio do Pantanal

2 jan 2023 às 20:35 hs
Eleição em chapa única deve reconduzir Valdir Júnior ao comando da Assomasul

CONJUNTURA ONLINE

Eleição em chapa única deve reconduzir o prefeito de Nioaque, Valdir Júnior (PSDB), ao comando da Assomasul (Associação de Municípios de Mato Grosso do Sul), cuja  votação para escolha do presidente e demais membros da diretoria está marcada para o próximo dia 10, no plenário da entidade municipalista, em Campo Grande.  

Valdir Júnior (PSDB) será reconzido ao comando da Assomasul (Foto: Divulgação ).

O registro de chapas para a disputa terminou no dia 31 de dezembro do ano passado e apenas a dele se inscreveu para participar da eleição programada para o próximo dia 10 de janeiro, das 8 às 17 horas.

O presidente da Assomasul também credita a sua recondução à presidência ao municipalismo implantado pelo ex-governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e consolidado na sua gestão. 

“Com o diálogo aberto que mantivemos, foi possível trabalhar em conjunto, evitando atritos”, reforçou, lembrando que na segunda quinzena de dezembro tinha o apoio de 50 prefeitos e agora já está entorno de 70 prefeitos”, atesta o dirigente.

Além do prefeito Valdir Couto, a chapa de consenso tem como primeiro vice-presidente o prefeito de Antônio João, Agnaldo Marcelo da Silva Oliveira, como segunda vice-presidente, a prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo, como secretário-geral, o prefeito de Alcinópolis, Dalmy Crisostomo da Silva, como primeiro tesoureiro, o prefeito de Itaquiraí, Thalles Henrique Tomazelli, e como segundo tesoureiro, o prefeito de Rio Negro, Cleidimar da Silva Camargo.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.