Edilson anuncia fechamento do comércio aos finais de semana e feriado de Corpus Christi

Correio do Pantanal

28 maio 2021 às 21:05 hs
Edilson anuncia fechamento do comércio aos finais de semana e feriado de Corpus Christi

Sheila ForatoImprimir

Em live no Facebook, na noite desta quinta-feira (27), o prefeito de Coxim, Edilson Magro (DEM), acompanhado da secretária de Saúde, Lasalette Aparecida Bell de Souza, e do procurador-Jurídico, Adriano Fernandes, anunciou o fechamento da cidade nos próximos dois finais de semana e no feriado de Corpus Christi como medida de contenção do Coronavírus (Covid-19), que vem crescendo de forma descontrolada na cidade.Foto: Augusto Marques/PMC

Todo o comércio vai ser obrigado a fechar as portas às 21 horas de sexta-feira (28), podendo reabrir a partir das 5 horas de segunda (31). Atenção! Devido ao feriado de Corpus Christi (03 de junho), na próxima semana o mini lockdown começa às 21 horas de quarta-feira (02) e só termina na segunda-feira (07), também às 5 horas.

Nesse período vão poder abrir serviços essenciais, como supermercados e afins, postos de combustíveis, serviços médicos, odontológicos e veterinários de forma emergencial, além das funerárias. Os comércios que fornecem alimentação e bebida podem trabalhar no sistema de delivery.

As igrejas também não podem funcionar no período de fechamento da cidade. Continuam valendo as vedações para abertura de ranchos, prática de esportes coletivos, como o futebol, e qualquer tipo de eventos, sejam aniversários, casamentos ou bodas, de instituições, estatais ou empresas privadas. As aulas presenciais nas escolas particulares também estão suspensas na próxima semana.

A Vigilância Sanitária está montando um esquema especial, com apoio das polícias Civil e Militar, para intensificar a fiscalização e combater aglomerações em vias públicas, incluindo em balneários, córregos e rios, durante o período de fechamento da cidade. Portanto, se você está pensando em descumprir o decreto municipal saiba que quem for flagrado vai ser autuado e pode responder por crimes.

Nunca é demais lembrar que o artigo 268 do Código Penal diz que é crime infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, com pena de até um ano de prisão e multa. Todos os autos vão ser enviados ao MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), que avalizou as medidas restritivas, para as devidas providências.

Números

Coxim tem 226 casos ativos de Coronavírus, o maior desde o início da pandemia. Desses, 34 foram confirmados nas últimas 24 horas. Os casos suspeitos são 79 e os óbitos 67. Ao todo, 3.021 pessoas já se infectaram com a doença e 2.727 já se recuperaram.

Se você tiver com sintomas de Coronavírus procure a Tenda Covid-19, na rua Feliciano Serrou Camy, no bairro Flávio Garcia (próximo a Poliesportiva). Nesta sexta-feira (28) o local vai estar aberto das 7 às 22 horas. Sábado (29) e domingo (30) o funcionamento vai ser das 7 às 17 horas.

Calamidade

Também foi publicado o decreto 511/2021, que declara estado de calamidade em Coxim. Com isso, a Prefeitura fica dispensada de realizar licitação para obras, serviços e aquisição de produtos, assim como também pode parcelar dívidas, atrasar execução de gastos obrigatórios e antecipar o recebimento de receitas.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.