Larry Page deixa posto de presidente-executivo da Alphabet, dona do Google
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

3 dez 2019 às 20:43 hs
Larry Page deixa posto de presidente-executivo da Alphabet, dona do Google

Cofundador da gigante de tecnologia entregará cargo a Sundar Pichai, que já comanda o Google. Outro fundador, Sergey Brin, deixará a presidência do grupo.

Por G1

Larry Page fundou o Google em 1998 com Sergey Brin — Foto: Paul Sakuma/AP

Larry Page fundou o Google em 1998 com Sergey Brin — Foto: Paul Sakuma/AP

Larry Page, presidente-executivo (CEO) da Alphabet, dona do Google, anunciou nesta terça-feira (3) que deixará o posto. Em seu lugar vai assumir Sundar Pichai, que comanda o Google desde 2015. Os dois cargos serão transformados em um só.

Page, cofundador do Google, anunciou a decisão em uma carta no blog da empresa. Ela também é assinada pelo outro fundador da companhia, Sergey Brin, que deixará a presidência da Alphabet.

“Alphabet e Google não precisam mais de dois CEOs e um presidente”, escreveram Page e Brin, comparando as empresas a um “jovem adulto de 21 anos” que já pode sair do ninho.

Apesar de deixarem o comando do grupo, os fundadores dizem que vão continuar se comportando como “pais”.

“Foi um tremendo privilégio estar envolvido profundamente na gestão do dia a dia da empresa oir tanto tempo. Acreditamos que é hora de assumir o papel de pais orgulhosos, oferecendo conselhos e amor, mas sem cobranças diárias”, diz a carta.

O que é a Alphabet

Page e Brin fundaram o Google em 1998. A Alphabet foi criada em 2015, quando a gigante de tecnologia passou por uma profunda reformulação.

A Alphabet é o “guarda-chuva” debaixo do qual estão as várias empresas do grupo, incluindo o Google Inc, responsável pelo buscador, o YouTube, o Chrome, o Android e o Gmail, entre outros serviços, e outras vertentes de atuação, como os carros autônomos, responsabilidade da Waymo.

Sundar Pichai, CEO do Google, e agora também da Alphabet — Foto: Justin Sullivan / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Sundar Pichai, CEO do Google, e agora também da Alphabet — Foto: Justin Sullivan / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Relembre a história do Google, em vídeo de 2018 do Estúdio i:

Google completa 20 anos como uma das empresas mais poderosas do mundo

Google completa 20 anos como uma das empresas mais poderosas do mundo

Resumo do dia

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.
Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.Inscreva-se e receba a newsletter6 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

PMs são afastados após abordagem a uma mulher em São Luís

O nome dos policiais não foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública.

3 de dez de 2019 às 18:01PróximoMenino que praticava surfe na Flórida, EUA, se apavora e foge ao ver tubarãoMais do G1Justiça EleitoralTSE admite coleta de assinaturas digitais para criação de partidosTribunal ainda precisa definir as regras, o que não tem data para ocorrer. Questão interessa a Bolsonaro, que pretende usar sistema para fundar o Aliança.Há 48 minutosPolíticaForça da águaRessaca no RJ forma ondas de mais de 2 metros; veja fotosMar deve ficar agitado até amanhã de m

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: