Autoridades uruguaias fazem apreensão recorde de cocaína
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

27 dez 2019 às 21:55 hs
Autoridades uruguaias fazem apreensão recorde de cocaína
Autoridades uruguaias fazem apreensão recorde de cocaína
Foto: Gerardo Santos / Global Imagens

Várias toneladas de cocaína escondida em contentores foram apreendidas no porto de Montevideu, anunciaram esta sexta-feira as autoridades uruguaias, que já consideram ser este “o maior golpe no tráfico de drogas na história do país”.

Em comunicado, a Marinha explicou que foi durante a passagem de contentores com farinha de soja no ‘scanner’ que foram detetadas “anomalias” em quatro deles.

A primeira caixa de metal “continha 3.089 blocos de cocaína, cada um com 1,1 quilogramas”, indicou Diego Perona, porta-voz da Marinha, à imprensa.

Pouco tempo depois, enquanto o segundo contentor estava a ser inspecionado, foram detetados mais blocos de cocaína somando o total 3.500 pacotes.

As autoridades abriram uma investigação sobre este carregamento que tinha como destino o porto de Lomé, no Togo.

A Marinha já considerou esta apreensão “o maior golpe no tráfico de drogas na história do país”.

As apreensões de cocaína em território ou com origem no Uruguai, que não é produtor deste tipo de droga, multiplicaram-se no ano passado, indicando que o país se tornou numa placa giratória do tráfico para a Europa e África.

Em novembro, a Marinha já tinha apreendido no porto de Montevideu cerca de três toneladas de cocaína num contentor com destino à África.

Em 03 de agosto, uma tonelada de cocaína dividida em 817 pacotes foi apreendida numa casa no Parque del Plata, uma estância balnear no sul do país, a 55 quilómetros a leste da capital.

No dia anterior, a polícia alemã tinha anunciado uma apreensão recorde de 4,5 toneladas no porto de Hamburgo, num contentor de Montevideu que seria transportado para a Antuérpia (Bélgica).

No final de junho, o italiano Rocco Morabito, apelidado de “rei da cocaína” e que tinha sido detido em 2017 no Uruguai, fugiu de uma prisão em Montevideu, capital do país.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: