De Rio Verde, em MS, Malu Pires faz cabeça de famosas ao redor do mundo

Correio do Pantanal

30 jan 2021 às 20:38 hs
De Rio Verde, em MS, Malu Pires faz cabeça de famosas ao redor do mundo

Marca nasceu na cidade de Rio Verde de Mato Grosso, no interior do Estado, e produz chapéus e bolsas luxuosos feitos em palha.

TOPO

Por Malu Pires

25/01/2021 15h18  Atualizado há 2 dias


Malu Pires - Mais que um chapéu
https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.436.0_pt_br.html#goog_2479154800:00/03:33

Malu Pires – Mais que um chapéu

Não é de hoje que o chapéu é um item respeitado no mundo da moda. Atemporal, o acessório ganha cada vez mais espaço em looks modernos e tem ganhado cada vez mais espaço em composições. Mas o que muita gente não sabe, é que uma marca criada no interior de Mato Grosso do Sul tem se tornado uma referência no assunto, inclusive entre as celebridades.

Malu Pires usa uma de suas criações, o chapéu Paris Monet  — Foto: Ricardo Valêncio

Malu Pires usa uma de suas criações, o chapéu Paris Monet — Foto: Ricardo Valêncio

O que começou com o sonho de uma jovem é hoje uma das marcas de chapéus mais conceituadas do Brasil. Natural de Rio Verde de Mato Grosso, Malu Pires está, literalmente, na cabeça das famosas. A empresária, de 29 anos, dá nome a marca que caiu no gosto de Juliana Paes, Flavia Alessandra, Claudia Raia, além de grandes influenciadoras digitais, como Thassia Naves, Flavia Pavanelli e Vivian Amorim.

Atriz Juliana Paes posa usando modelo Santorini cru, outra criação da marca  — Foto: Arquivo pessoal

Atriz Juliana Paes posa usando modelo Santorini cru, outra criação da marca — Foto: Arquivo pessoal

Advogada por formação, há sete anos Malu descobriu um talento que, até então, desconhecia: fazer arte de forma sustentável. Desde então, a empresa vem crescendo, gerando renda e empregando mulheres na cidade do interior de Mato Grosso do Sul, que tem aproximadamente 20 mil habitantes.

Quem vê hoje a marca em ascensão, nem imagina que tudo começou como uma brincadeira. “Eu sempre gostei de seguir tendências do mundo fashion. Um dia, vi um chapéu que gostei em um site e que não era vendido na minha cidade. Fiz um parecido e muita gente gostou. Comecei a fazer por encomenda, até que eu e meu marido tivemos a ideia de fazer uma página no Instagram para venda online. A partir daí, as coisas foram acontecendo”, relembra. Malu sobre o início do sonho.

Com o passar dos anos, a marca de chapéus Malu Pires virou um sucesso nacional e tem ganhado o mundo a partir das publicações de celebridades. Além da beleza das peças personalizadas, a produção é toda sustentável e artesanal – geralmente, feita a partir de palhas de buriti e carnaúba.

Cada modelo pode levar até dez dias para ficar pronto e é feito por um grupo de artesãos que vivem em Rio Verde de Mato Grosso, priorizando o mercado de trabalho e economia local. “Temos uma fábrica na cidade, são cerca de 40 funcionários diretos e mais de 200 indiretos. Tenho orgulho de dizer que minha marca é um produto brasileiro, que valoriza a mão de obra artesanal e feito com matéria-prima sustentável e amor”, conta a empresária.

As versões de Malu Pires não se limitam a moda verão. As estampam acompanham as estações, com cores e tecidos vibrantes ou mais sóbrios. No inverno, as faixas tie-dye foram as mais procuradas. Já para o verão, a aposta de Malu é nas candy colors.

Malu Pires em meio a variedade de peças, prontas para entrega  — Foto: Gabriel Monteiro

Malu Pires em meio a variedade de peças, prontas para entrega — Foto: Gabriel Monteiro

Os modelos, para mulheres, homens e crianças, vão de clássico Panamá ao Fedora, passando pelo Paris, uma criação própria de abas mais curtas e hit absoluto de vendas, sem deixar de lado a principal função do acessório: proteger a pele e os olhos do sol. Há ainda bolsas para combinar.

Apesar de luxuosas e inspiradas nas tendências do mundo da moda, as peças têm valores acessíveis, a partir de R$ 139,00. A marca tem planos de expansão para 2021 e deve chegar em São Paulo e Rio de Janeiro em breve. Mas para comprar, basta acessar malupires.com.br ou @malupires. Os modelos ainda podem ser encontrados em quiosque, no Shopping Campo Grande.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.