De admiradora de Jean Wyllys a eleitora de Bolsonaro: a youtuber indígena que defenderá o governo na ONU

Correio do Pantanal

23 set 2019 às 21:39 hs
De admiradora de Jean Wyllys a eleitora de Bolsonaro: a youtuber indígena que defenderá o governo na ONU

Mariana SanchesEnviada da BBC News Brasil a Nova York

Vídeo de Yasani postado há dois dias na página do Ministério das Relações Exteriores
Image caption”Existe muito fake news dizendo sobre as queimadas”, diz Ysani em um vídeo postado na página do Ministério das Relações Exteriores

“Olá a todos. É uma honra estar aqui hoje. Foi um privilégio receber o convite do grande deputado Jean Wyllys. Acompanho a luta dele há muito tempo, desde a época do programa Big Brother (risos). O que eu vou falar hoje é da luta dos povos indígenas, que também se compara muito à luta dos homossexuais.”

Foi assim que, em 2013, a indígena Ysani Kalapalo se apresentou ao microfone, diante de parlamentares e do público que assistia ao X Seminário LGBT do Congresso Nacional, promovido pelo então deputado federal Jean Wyllys, do PSOL.

À saudação se seguiu uma fala contundente contra a homofobia e contra movimentos religiosos que, na avaliação de Ysani, tentavam impor aos indígenas sua visão conservadora de mundo, questionando-lhes até mesmo o direito à alma.

Naquele momento, é improvável que Ysani, Wyllys ou qualquer outro dos presentes pudesse imaginar que seis anos mais tarde, em setembro de 2019, ela estivesse a bordo do avião presidencial como integrante da comitiva de Jair Bolsonaro, do PSL, para defender na Assembleia Geral da ONU a política ambiental e indígena do governo.

Ysani
Image captionEm 2013, Ysani participou de evento promovido pelo então deputado federal Jean Willys

“Existe muito fake news dizendo sobre as queimadas. Estão dizendo que é culpa do governo Bolsonaro, que ele entrou e está queimando todo o Xingu. Não existe isso daí. A nossa cultura é fazer roça pra plantar mandioca e pra plantar outras coisas. Isso faz parte da nossa cultura, não é porque entrou um novo governo e ele tá queimando tudo. Nessa época de ano, essa época quente, sempre houve queimadas pra queimar roça. Isso faz parte, é normal. Isso é tudo exagero que a mídia está fazendo, não é culpa do governo”, afirma Ysani em um vídeo de dois minutos e meio postado há dois dias na página do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, com legendas em inglês.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.