Tecnologia dos EUA quer detectar submersíveis com vida marinha

Correio do Pantanal

6 fev 2018 às 10:17 hs
Tecnologia dos EUA quer detectar submersíveis com vida marinha

NOTICIAS AO MINUTO

© Pixabay

Potencialmente, o mar é o lugar mais perigoso do ponto de vista militar, por poder esconder todos os tipos de embarcações submersíveis e drones subaquáticos. Detectá-los é tecnicamente custoso e, por esse motivo, o Pentágono está estudando novos métodos para fazer com que a vida marinha o ajude a resolver esta tarefa.

A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, sigla em inglês) está considerando a viabilidade de usar organismos marinhos naturais e modificados para detectar a passagem de veículos subaquáticos, informou Engadget.

O programa Persistent Aquatic Living Sensors (Sensores Vivos Aquáticos Persistentes), busca uma forma de “transferir” as respostas biológicas de peixes e plantas marinhas em dados utilizáveis para avisar sobre a presença de navios sem a necessidade de utilizar equipamentos caros e detectáveis no mar.

Este sistema teria como objetivo a capacidade de distinguir objetos subaquáticos e transmitir dados para dispositivos a uma distância de até 500 metros. Com informações do Sputnik.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: