Rio Tejo em Espanha mostra Stonehenge escondido há décadas

Correio do Pantanal

23 set 2019 às 21:10 hs
Rio Tejo em Espanha mostra Stonehenge escondido há décadas
Foto: NASA

Rio Tejo em Espanha mostra Stonehenge escondido há décadas

Um cromeleque, em Espanha, esteve oculto durante vários anos. A seca que se fez sentir na zona de Valdecañas, onde passa o rio Tejo, trouxe à luz do dia este conjunto de pedras pré-histórico em círculo.

O Dólmen de Guadalperal, conhecido também como o “Stonehenge espanhol”, terá sido construído na Idade do Cobre ou do Bronze, nas margens do rio Tejo, há pelo menos quatro mil anos.

Os menires estão colocados ao alto, tal como os famosos menires no Reino Unido e outros conjuntos por toda a Europa. Segundo o portal “LiveScience”, a recente revelação deste conjunto de pedras deve-se às temperaturas elevadas, que fizeram com que o reservatório de Valdecañas, na zona de El Gordo, em Cáceres, visse a quantidade de água reduzir para níveis históricos.

As imagens foram partilhadas pela NASA no Twitter.

Lost “Spanish Stonehenge” revealed by drought: The Dolmen de Guadalperal has resurfaced after five decades underwater… via @NASAEarth #Landsat @USGSLandsat https://earthobservatory.nasa.gov/images/145619/drought-reveals-lost-spanish-stonehenge …

View image on Twitter
View image on Twitter
View image on Twitter

1144:39 PM – Sep 19, 2019Twitter Ads info and privacy63 people are talking about this

Algumas das principais teorias apontam para que esta construção funcionasse como um calendário ou um observatório astronómico. O local ficou submerso em 1963, durante o regime de Franco, aquando da construção de uma barragem no local.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: