Cristiano Ronaldo quebra regras para fazer passeio romântico
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

28 jan 2021 às 20:58 hs
Cristiano Ronaldo quebra regras para fazer passeio romântico
Georgina e Cristiano na neve
Georgina e Cristiano na neveFoto: Direitos reservados

Imprensa italiana avança que craque da Juventus violou normas anti-covid para passar dois dias com a namorada numa estância de neve nos Alpes.

O aniversário de Georgina Rodríguez foi anteontem, mas promete dar que falar por mais alguns dias, devido à escapadela romântica que Cristiano Ronaldo promoveu para a mimar. Antes da celebração em casa, com os filhos, o craque da Juventus passou dois dias com a namorada na vila alpina de Courmayeur, um destino de esqui da elite internacional, o que não caiu bem em Itália.

Um vídeo posto a circular na internet mostrou CR7 e Georgina durante um passeio em motas de neve. E logo estalou a polémica. Isto porque, segundo a imprensa italiana, ambos violaram as normas anti-covid, que proíbe a deslocação entre regiões até ao dia 15 de fevereiro. Ou seja, como Courmayeur fica localizado no Vale de Aosta e o casal vive em Turim, a viagem nunca se poderia ter concretizado. As localidades situam-se na zona laranja, representativa de risco elevado e a segunda mais restritiva, onde as entradas ou saídas só são permitidas por motivos de trabalho, situações de necessidade ou por questões de saúde. O incumprimento “será punível com sanção penal, de acordo com o artigo n.º 650 do Código Penal”.

Ronaldo e Georgina são acusados de furar o confinamento e a imprensa italiana adianta que as autoridades já investigam o caso. O jornal “La Stampa” acrescenta que o jogador português deverá ser multado em 400 euros, assim como a namorada. Esta não é a primeira vez que CR7 está sob fogo por alegadamente quebrar as regras impostas pela pandemia. Em outubro, o futebolista, a par de outros colegas de equipa, terão desrespeitado as regras de isolamento sanitário para representarem as respetivas seleções e, em março, durante a quarentena na Madeira, Georgina já tinha sido criticada por andar às compras no Funchal sem máscara ou luvas de proteção.

Em todas as ocasiões, o visado não reagiu, e ontem não foi exceção. Enquanto o mundo lhe apontava o dedo, ele preferiu mostrar-se bem disposto durante mais um treino pela Juve.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: