A praia na Finlândia que ficou coberta por ‘ovos de gelo’ em raro evento climático
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

8 nov 2019 às 22:36 hs
A praia na Finlândia que ficou coberta por ‘ovos de gelo’ em raro evento climático
Risto Mattila registrou o fenômeno dos 'ovos de gelo' na ilha de Hailuoto no domingo
Image captionRisto Mattila registrou o fenômeno dos ‘ovos de gelo’ na ilha de Hailuoto no domingo

Milhares de bolas de gelo em formato de ovos cobriram uma praia na Finlândia após um raro fenômeno climático.

Especialistas dizem que os “ovos” foram criados por um evento no qual pequenos pedaços de gelo são rolados pelo vento sobre a água.

O fotógrafo amador Risto Mattila está entre as pessoas que depararam com os “ovos de gelo” na ilha de Hailuoto, no golfo de Bothnia, entre a Finlândia e a Suécia.

Mattila, que é da cidade próxima de Oulu, disse à BBC News que nunca viu nada como isso antes.

“Eu estava com minha mulher na praia de Marjaniemi. Estava ensolarado, cerca de -1ºC, e ventava bastante”, disse.nullTalvez também te interesse

“Então encontramos esse fenômeno incrível. Havia neve e ovos de gelo ao longo da praia, próximo à agua.”

Vento no litoral

Mattila diz que as bolas de gelo cobriam uma faixa de cerca de 30 metros. As menores eram do tamanho de ovos de galinha e as maiores, de bolas de futebol.

“Era uma vista incrível. Nunca vi algo como isso em 25 anos morando na região”, disse Mattila.

“Como eu tinha um câmera comigo, decidi registrar essa visão incomum para a posteridade.”

O especilista em meteorologia da BBC George Goodfellow diz que as condições para as bolas se formarem são frio e vento no mar.

“Os ‘ovos’ surgem de pedaços maiores de gelo que foram jogados para lá e para cá pelas ondas, tornando-os redondos”, diz ele.

“Elas podem crescer quando a água do mar congela na superfície das bolas, o que também as torna mais macias. O resultado é uma bola de gelo macia que pode ser depositada em uma praia tanto pelo vento quanto pela maré.”

O fenômeno já foi visto antes na Rússia e no Lago Michigan, na cidade americana de Chicago.

Em 2016, moradores de Nyda, na Sibéria, encontraram bolas gigantes de gelo e neve cobrindo 18 kms ao longo da costa. As menores tinham o tamanho de bolas de tênis e as maiores, quase um metro de diâmetro.

As bolas gigantes de gelo impressionaram os moradores de Nyda, na península de Yamal na Sibéria
Image captionAs bolas gigantes de gelo impressionaram os moradores de Nyda, na península de Yamal na Sibéria
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: