Três homens agridem vítima com mais de 20 facadas e dizem que agiam para ‘fazer justiça’ em MS

Correio do Pantanal

24 nov 2019 às 18:48 hs
Três homens agridem vítima com mais de 20 facadas e dizem que agiam para ‘fazer justiça’ em MS

Vítima de 29 anos foi agredida no bairro Jardim Inápolis, em Campo Grande. Em depoimento à polícia, os suspeitos disseram que esfaquearam o homem porque ele cometia vários crimes na região.

Por João Pedro Godoy, G1MS

Vítima levou 20 facadas de três homens, que o acusaram de ser praticante de crimes na região do bairro Jardim Inápolis. Caso foi registrado na Depac Centro de Campo Grande. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Vítima levou 20 facadas de três homens, que o acusaram de ser praticante de crimes na região do bairro Jardim Inápolis. Caso foi registrado na Depac Centro de Campo Grande. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 29 anos sofreu mais de 20 facadas na noite deste sábado (23), no bairro Jardim Inápolis, em Campo Grande. Três homens, de 18, 19 e 43 anos, são suspeitos de cometerem as agressões. Segundo eles, a vítima era conhecida por realizar vários crimes na região.

De acordo com a ocorrência, a polícia foi acionada por uma testemunha do crime. Chegando no local, encontrou a vítima ensanguentada sentada no chão. O homem de 29 anos disse que três homens chegaram até ele em um carro e, sem motivação aparente, começaram a agredi-lo. A vítima reconheceu um dos agressores e indicou a direção onde eles estariam.

A polícia encontrou os três homens, que confessaram o crime e ainda indicaram onde estava o facão utilizado para cometer as agressões. O objeto foi recolhido para a perícia. Os suspeitos disseram à polícia que gostariam de “fazer justiça”, já que, segundo eles, a vítima vinha cometendo vários crimes na região do Jardim Inápolis. Eles foram presos e conduzidos para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

A vítima relatou ter encontrado pelo menos 20 lesões provocadas pelo facão, algumas delas deixando ossos do corpo do homem expostos. Ele foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levado até a Santa Casa de Campo Grande. Até o momento da publicação desta reportagem, o hospital não havia informado o estado de saúde dele.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: