Polícia recupera caminhão roubado em MS e resgata motorista em cativeiro
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

9 nov 2019 às 06:41 hs
Polícia recupera caminhão roubado em MS e resgata motorista em cativeiro

O veículo com placas de Paraguaçu Paulista (SP) foi parado durante uma blitz próximo à Miranda.

Por G1 MS

Caminhão apreendido pela PRF — Foto: PRF/Divulgação

Caminhão apreendido pela PRF — Foto: PRF/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal recuperou um carreta nesta sexta-feira (8) na BR-262, em Miranda (MS) que teve o motorista sequestrado. O veículo com placas de Paraguaçu Paulista (SP) foi parado durante uma blitz.

Durante a vistoria, os agentes verificaram no sistema que o veículo havia sido abordado na unidade operacional no início de outubro, porém, conduzido por outro motorista. O condutor abordado nesta sexta, um homem, de 38 anos, que estava acompanhado de uma mulher, esposa dele, e duas crianças, disse que foi contratado, pela internet, para levar o caminhão de Iturama (MG) até a fronteira da Bolívia, em Corumbá (MS).

Durante todo momento, o suspeito recebia mensagens de um desconhecido solicitando a localização em tempo real. Os policiais ligaram para os parentes do dono do veículo, que informaram terem tido contato com ele no dia anterior e que o trajeto seria ir até Iturama (MG) para carregar o caminhão.

Foi feito contato com outra equipe da PRF para que fosse até o local indicado pelas mensagens recebidas no celular do condutor. Ao chegar no local, a equipe encontrou dois homens, ambos de 35 anos, que confessaram estarem aguardando a chegada do primeiro suspeito para levar o veículo até a Bolívia. O verdadeiro motorista foi libertado do cativeiro em Iturama (MG).

 Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: