Mulher é resgatada após ficar 62 dias em cárcere e suspeito é morto em troca de tiros com a polícia em MS
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

7 ago 2019 às 17:39 hs
Mulher é resgatada após ficar 62 dias em cárcere e suspeito é morto em troca de tiros com a polícia em MS

Denúncia anônima levou a polícia até o local. Homem já tinha ficha criminal.

Por G1 MS e TV Morena

Celso Maldonado de Freitas foi morto em troca de tiros com a polícia — Foto: Reprodução/TV Morena

Celso Maldonado de Freitas foi morto em troca de tiros com a polícia — Foto: Reprodução/TV Morena

Uma mulher de 30 anos foi resgatada de cárcere privado na terça-feira (6), em Ladário, a 410 quilômetros de Campo Grande, e o suspeito de mantê-la no local foi morto em troca de tiros com a Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Civil, Celso Maldonado Freitas, de 36 anos, se hospedou com a esposa em uma pousada do município no dia 6 de junho e desde então ela era mantida no local sob ameaça e sem poder sair.

A Polícia Militar (PM) recebeu denúncia sobre o cárcere, a Polícia Civil foi avisada, fez as investigações e terça-feira foi ao local. Lá, a mulher foi resgatada e o suspeito atirou contra os policiais, que revidaram.

O homem foi atingido no tórax, foi socorrido para o pronto-socorro, mas não resistiu. Contra ele havia mandado de prisão em aberto com pena de 36 anos a cumprir. Ele já era conhecido no meio policial pela prática de diversos crimes e também por resistir à prisão.

Suspeito de cárcere é morto em troca de tiros com a polícia em MSBom Dia MS00:00/01:55

Suspeito de cárcere é morto em troca de tiros com a polícia em MS

Suspeito de cárcere é morto em troca de tiros com a polícia em MS

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: