Filho que matou pai com facada nas costas se apresenta, fica em silêncio e é liberado em MS, diz polícia

Correio do Pantanal

23 set 2019 às 22:11 hs
Filho que matou pai com facada nas costas se apresenta, fica em silêncio e é liberado em MS, diz polícia

De acordo com a polícia, suspeito teria sido atingido por uma paulada antes de esfaquear a vítima. Ele permaneceu em silêncio durante o depoimento, em Anastácio.

Por Flávio Dias

O homem de 27 anos que matou o pai nessa nesse último domingo (22) com uma facada nas costas se apresentou na tarde desta segunda-feira (23), na Delegacia da Polícia Civil de Anastácio, a 123 km de Campo Grande. De acordo com o delegado Wilkson Vasco, ele se apresentou com um advogado, permaneceu em silêncio e foi liberado.

Conforme Vasco, ele não respondeu nenhuma pergunta durante o interrogatório, mas como não foi preso em flagrante, acabou sendo liberado. Até a publicação desta reportagem o G1 não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

Filho mata pai com facada nas costas. Faca foi encontrada a 200 metros do local do crime. — Foto: O Pantaneiro

Filho mata pai com facada nas costas. Faca foi encontrada a 200 metros do local do crime. — Foto: O Pantaneiro

De acordo com o delegado, testemunhas que também foram ouvidas, informaram que a vítima e o suspeito sempre brigavam quando se reuniam para consumir bebida alcoólica.

Na última discussão, os dois trocaram socos e o pai teria dado uma paulada no filho que revidou com uma facada que o atingiu na região das costas. Ele foi socorrido por populares, levado até um hospital de Aquidauana, cidade que fica ao lado de Anastácio, onde morreu.

Segundo a polícia, o suspeito têm três passagens por lesão corporal recíprocas entre ele e o pai, registradas nos anos de 2016, 2017 e 2018.

Conforme o delegado, ele foi liberado 

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: