Coronavírus: o estranho caso da cura de um linfoma após infecção por covid-19

Correio do Pantanal

26 jan 2021 às 23:02 hs
Coronavírus: o estranho caso da cura de um linfoma após infecção por covid-19
  • Ignacio López-Goñi
  • The Conversation*

26 janeiro 2021, 08:09 -03

Radiografia
Legenda da foto,Sem medicação específica adicional, o linfoma de um paciente que contraiu o coronavírus desapareceu, segundo exame

O seguinte caso clínico acaba de ser publicado no British Journal of Haemathology: um homem de 61 anos com inflamação nos gânglios e perda de peso estava recebendo hemodiálise para insuficiência renal em estágio terminal após um transplante de rim malsucedido.

Ele foi diagnosticado com linfoma de Hodgkin clássico em estágio III (o linfoma afeta áreas de glânglios localizadas em ambos os lados do diafragma ou por cima do diafragma e no baço).

Logo após o diagnóstico, ele foi internado com falta de ar e diagnosticado com pneumonia por SARS-CoV-2, confirmado com exame PCR positivo. Após 11 dias, ele foi liberado para convalescer em casa. Corticosteroides e imunoquimioterapia não foram administrados.

Quatro meses depois, o inchaço dos nódulos havia diminuído e um PET scan revelou uma remissão generalizada do linfoma.ADVERTISEMENThttps://36b1f40d6e43e000ebb8bd1cc9524d24.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

profissionais da saúde
Legenda da foto,Citocinas inflamatórias produzidas em resposta à infecção poderiam ter ativado células T específicas com antígenos tumorais, explica o autor

Segundo os autores, a hipótese é que a infecção pelo SARS-CoV-2 desencadeou uma resposta imune antitumoral: as citocinas inflamatórias produzidas em resposta à infecção poderiam ter ativado células T específicas com antígenos tumorais e células naturalmente assassinas contra o tumor. O SARS-CoV-2 curou seu linfoma.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.