Contrapartida do governo garante asfalto aguardado há 20 anos no Nova Lima

Correio do Pantanal

15 jun 2018 às 10:16 hs
Contrapartida do governo garante asfalto aguardado há 20 anos no Nova Lima

Contrapartida de R$ 1,7 milhão foi repassada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB)

Conjuntura,

 

Repasse do governo garante obras no bairro Nova Lima (Foto: Reprodução/Governo)

Devido ao convênio do governo do Estado as obras de drenagem e pavimentação do bairro Nova Lima, em Campo Grande, foram retomadas. Os moradores do bairro aguardavam há mais de 20 anos pelo asfalto na região.

A obra é executada pela Prefeitura com recursos federais e contrapartida do Governo do Estado e foi viabilizada em parceria também com a Câmara Municipal pelo programa Juntos por Campo Grande.

Morando no Nova Lima há 30 anos, o empresário Aldenir Araújo destaca que há tempo a população do bairro aguardava a retomada das obras.

“Nós sabemos que sem a ajuda do governo estadual esta obra não seria continuada. Há 22 anos que o Nova Lima espera por essas obras”, diz.

As máquinas e operários realizam os trabalhos nas ruas que irão passar pela etapa de drenagem para depois receberem a pavimentação. Com as obras bem em frente do portão de casa, ele afirma que os trabalhos de pavimentação e drenagem ajudaram a valorizar os imóveis na região e tem melhorado a qualidade de vida das famílias do bairro. “Esses investimentos ajudam bastante na vida dos moradores locais. Os operários estão aqui de vento em popa e esperamos que logo as obras sejam concluídas”, continua.

Morando na casa nova há apenas um mês, o vendedor Alexandre Pereira afirma que os investimentos do Governo do Estado estão colaborando com o bairro. Ele lembra que antes das obras, a rua virava uma enorme piscina devido às chuvas. “Com essa obra a rua não irá mais alagar. Vai nos ajudar bastante”, comenta.

A obra é realizada com recursos do FGTS, através de convênio com a Caixa Econômica Federal e a contrapartida de R$ 1,7 milhão foi repassada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), possibilitando a retomada da obra.

Na primeira etapa da obra estão previstos 8,75 quilômetros de drenagem, 19,38 de pavimentação e 4,78 de recapeamento no quadrilátero das ruas Marques de Herval, Jerônimo de Albuquerque, Zulmira Borba e da avenida Cônsul Assaf Trad.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.