Coleira deteta o que os cães sentem

Correio do Pantanal

5 fev 2021 às 20:49 hs
Coleira deteta o que os cães sentem

 CATARINA SILVA05/02/2021

A coleira diz aos donos dos animais que estes sentem, através de uma aplicação de smartphone

Invenção sul-coreana está à venda online por 82 euros.

Uma startup sul-coreana desenvolveu uma coleira que promete detetar cinco emoções dos cães, ao monitorizar os latidos usando tecnologia de reconhecimento de voz. A coleira Petpuls pode dizer aos donos dos animais, através de uma aplicação de smartphone, se os cães estão felizes, relaxados, ansiosos, com raiva ou tristes. E também permite monitorizar a atividade física e o descanso dos animais.

Andrew Gil, diretor de marketing da Petpuls Lab, explicou que o “dispositivo dá ao cachorro uma voz para que os humanos o possam entender”. A empresa começou a reunir diferentes tipos de latidos para analisar as emoções dos cães em 2017. Três anos depois, desenvolveu um algoritmo com base num banco de dados de mais de dez mil amostras de 50 raças de cães.

A coleira, que está à venda online por 82 euros, tem uma taxa de precisão média de 90% de reconhecimento emocional, de acordo com a Universidade Nacional de Seul, que testou o dispositivo – o primeiro do género, segundo a empresa, a ser equipado com tecnologia de inteligência artificial para o reconhecimento de voz.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.