Caso Carlinhos: mãe afirma que filho apareceu em delegacia na Argentina e faz planos para retorno

Correio do Pantanal

24 jan 2021 às 19:44 hs
Caso Carlinhos: mãe afirma que filho apareceu em delegacia na Argentina e faz planos para retorno

Garoto foi levado pelo pai para Buenos Aires em 2015, quando tinha 9 anos. Cláudia Boudoux tinha conseguido decisão judicial para trazer filho de volta em 2019, mas ele sumiu.

Por Priscilla Aguiar, G1 PE

23/01/2021 18h04  Atualizado há 4 horas


Caso Carlinhos: mãe recebe notícias do filho após dois anos

Caso Carlinhos: mãe recebe notícias do filho após dois anos

A fisioterapeuta Cláudia Boudoux recebeu a notícia que tanto esperava. Após quase dois anos sem saber o paradeiro do filho Carlos Attias Boudoux, o Carlinhos, ela recebeu a notícia de que o filho apareceu em uma delegacia de Buenos Aires, na Argentina, dizendo que estava perdido (veja vídeo acima).

“Ele chegou na delegacia, apresentou a carteira de identidade dele e disse que não teve nenhum tipo de contato com o pai ou comigo nesses dois anos. Hoje, está em um abrigo esperando. Não sei quem estava com ele, com quem ele estava”, disse a mãe ao G1 neste sábado (23).

Cláudia Boudoux tenta trazer Carlinhos para casa desde que ele foi passar o natal com o pai, em 2015, após uma determinação da justiça. O garoto e a irmã deveriam retornar no começo de 2016, mas apenas a menina foi deixada na casa da mãe. Na época, a Polícia Federal foi acionada e o caso repercutiu na imprensa brasileira e argentina.

Cláudia Boudoux, mãe de Carlinhos, em foto de 2016 — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Cláudia Boudoux, mãe de Carlinhos, em foto de 2016 — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

O menino nasceu na Argentina e foi na Justiça daquele país que Cláudia buscou reaver a guarda dele. O pai dele chegou a ser preso em 2016, sendo solto pouco depois. Foi quando a fisioterapeuta foi orientada a procurar as autoridades do país vizinho.

Segundo ela, Carlinhos desapareceu em fevereiro de 2019, dias antes da data marcada para que retornasse ao Brasil por determinação judicial. O nome dele foi incluído na lista de desaparecidos do país vizinho.

“Meu filho é quase um jovem, um adolescente e perdeu tanto tempo. Mas eu estou muito feliz em ter notícias dele”, declarou.

Segundo a fisioterapeuta, o ex-marido foi detido em 2020 suspeito do suposto sequestro do jovem e obstrução do contato com a mãe. A informação foi divulgada em jornais argentinos na época. Ainda assim, Carlinhos seguiu desparecido até janeiro deste ano.

Com o judiciário de férias, a fisioterapeuta faz os preparativos prepara para viajar para a Argentina a partir do dia 31 de janeiro, quando deve terminar o decreto que restringe acesso ao país. Ela espera voltar ao Recife com o filho até 5 de fevereiro e já faz planos para a chegada do garoto, que completa 14 anos em março.

Quando Carlinhos desapareceu, um alerta foi publicado pelo Conselho dos Direitos das Meninas, Meninos e Adolescentes da Argentina — Foto: Reprodução

Quando Carlinhos desapareceu, um alerta foi publicado pelo Conselho dos Direitos das Meninas, Meninos e Adolescentes da Argentina — Foto: Reprodução

Carlinhos passou por exames, foi atendido por médicos e, de acordo com as autoridades argentinas, está bem fisicamente, disse a mãe. A informação foi noticiada também nos jornais argentinos Clarín e La Nación.

Por conta das restrições para conter a pandemia do novo coronavírus na Argentina, Cláudia ainda precisa autorização das autoridades para ingressar no país e, depois, retornar ao Recife.

Desde 2016, o caso é acompanhado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, que analisa como pode auxiliar no caso. A orientação foi para que a fisioterapeuta procurasse o consulado também para obter apoio com os trâmites.

“Primeiro, a gente quer a garantia de que ela pode buscar o filho. Segundo, de que pode entrar no país. Mas acompanhamos o caso desde o início e vamos ver o que é possível ser feito”, afirmou o titular da pasta, Pedro Eurico.

Caso do garoto Carlinhos foi acompanhado pela imprensa argentina — Foto: Reprodução/Clarín

Caso do garoto Carlinhos foi acompanhado pela imprensa argentina — Foto: Reprodução/Clarín

G1 entrou em contato com o Itamaraty para saber se está sendo feito acompanhamento do caso, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem. A defesa do pai do garoto não foi encontrada para comentar o assunto.

Veja, abaixo, vídeos sobre o caso Carlinhos:

Mãe do garoto Carlinhos diz que que tem fé em Deus para recuperar o filho

Mãe do garoto Carlinhos diz que que tem fé em Deus para recuperar o filho

Garoto Carlinhos volta para o pai, que foi solto pela Justiça da Argentina

Garoto Carlinhos volta para o pai, que foi solto pela Justiça da Argentina

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.