Cargueiro com bandeira do Togo intercetado com 4,5 toneladas de cocaína em Espanha

Correio do Pantanal

28 jan 2023 às 09:40 hs
Cargueiro com bandeira do Togo intercetado com 4,5 toneladas de cocaína em Espanha

O cargueiro, que transportava gado da América Latina para países do Médio Oriente, esteve sob estreita vigilância durante mais de dois anos e já tinha sido “controlado e revistado”, mas nenhuma droga tinha sido encontrada no interior, apesar da presença de “provas suficientes”.

Cargueiro com bandeira do Togo intercetado com 4,5 toneladas de cocaína em Espanha
© EPA/Quique Curbelo

DN/Lusa

Um cargueiro com bandeira do Togo e proveniente da América Latina foi intercetado, terça-feira, ao largo das Ilhas Canárias com 4,5 toneladas de cocaína, anunciou este sábado a polícia espanhola, adianta a AFP.

Segundo a agência de notícias francesa, que cita autoridades policiais, o “Orión V”, que transportava gado da América Latina para países do Médio Oriente, esteve sob estreita vigilância durante mais de dois anos e já tinha sido “controlado e revistado”, mas nenhuma droga tinha sido encontrada no interior, apesar da presença de “provas suficientes”.

A AFP refere que uma operação “aeronaval” permitiu descobrir a cocaína e que esta estava escondida num silo para alimentar o gado.

A operação, que envolveu a Agência de Combate à Droga dos EUA (DEA), o Centro Internacional de Análise de Informações Marítimas (MAOC-N), as autoridades togolesas e a polícia espanhola, levou à detenção dos 28 membros da tripulação, de nove nacionalidades diferentes.

O “Orión V” tem as mesmas dimensões que outro cargueiro togolês, intercetado em meados de janeiro na mesma zona, 62 milhas a sudeste das Ilhas Canárias, o “Blume”, no qual foi encontrada a mesma quantidade de cocaína.

Os estreitos laços entre Espanha e a América do Sul, onde a cocaína tem origem, fazem de Espanha uma das principais portas de entrada da droga na Europa.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.