Caminho da Santidade – Bem-aventurados os pobres em espírito.-

Correio do Pantanal

4 nov 2021 às 19:51 hs
Caminho da Santidade – Bem-aventurados os pobres em espírito.-

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 5,1-12ª – Naquele tempo: 1Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los: 3’Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. 11Bem aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12aAlegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus. Palavra da Salvação. Glória a Vós Senhor!.  MENSAGEMCaminho da Santidade – Na reza do “Creio”, professamos uma verdade: “Creio na Comunhão dos Santos”. Hoje, na festa de TODOS OS SANTOS, vamos aprofundar essa Verdade. Os textos bíblicos nos falam dessa realidade: A 1a leitura nos garante que os Santos são muitos. (Ap 7,2-4.9-14)   O Caminho da santidade está aberto a todos que vivem os valores do Reino. A 2a Leitura afirma que somos Filhos de Deus: O Amor de Deus como Pai nos transforma em filhos e nos chama a viver como irmãos.  (1 Jo 3,1-3) Ser Santo é viver em comunhão com o Pai e o Filho. No Evangelho, Cristo nos aponta o caminho para ser Santo: Viver as Bem-aventuranças…  (Mt 5,1-12)  Quem são os santos: Para muitos, Santos são pessoas já mortas, que realizaram no passado fatos surpreendentes na vivência da fé. Pessoas privilegiadas que já nasceram santas…, milagreiras…, declaradas santas pela Igreja e hoje homenageadas em nossos altares… Na Bíblia, no princípio, o título de santo era só para Deus. Ainda hoje no Glória, recitamos: “Porque só vós sois santo”. Em Cristo repousa o Espírito de Santidade… Ele irradia a Santidade de Deus e transmite a sua santidade à Igreja por meio dos Sacramentos, que trazem ao homem a vida de Deus. Esta doutrina era tão viva nos primeiros séculos, que os membros da Igreja não hesitaram em chamar-se “os santos” e a própria Igreja era chamada de “Comunhão dos Santos”. A SANTIDADE cristãmanifesta-se, assim, como uma participação na vida de Deus, que se realiza com os meios que a Igreja oferece, em particular com os Sacramentos. A SANTIDADE: não é fruto do esforço humano, que procura alcançar Deus com suas forças, Ela é Dom do Amor de Deus e Resposta do homem à iniciativa de Deus. É GRAÇA recebida e TAREFA a cumprir… A SANTIDADE não é uma realidade conseguida apenas no passado por umas pessoas privilegiadas, vivendo longe do mundo… SANTOS são pessoas como nós, que ainda hoje vivem a santidade de Deus, pelo testemunho de sua fé e fidelidade ao projeto de Jesus; homens e mulheres que lutam para serem justos e pacificadores, pobres e compassivos, puros de coração, segundo o espírito das Bem-aventuranças. Pessoas de todo o tipo, desde o bom ladrão, que se salvou no finalzinho por um gesto de solidariedade com o companheiro de Cruz, até vidas inteiras dedicadas ao próximo. Ninguém será santo depois de morto, se não o foi quando vivo. A Festa de hoje nos lembra duas realidades: 1) O Mundo da Santidade: Mundo imenso, onde os santos são inumeráveis. Mundo maravilhoso, onde muitos desses santos são nossos parentes, nossos amigos, gente grande e crianças que conhecemos. Mundo feliz realizando-se na vida de trabalho e sofrimento, de sonhos e realizações. Mundo de portas abertas, que cresce sem parar, e, cada dia que passa, vê chegar novos eleitos. 2) A Nossa vocação à Santidade:  O Mundo dos santos não é estranho para nós. Pelo contrário, todos somos chamados à Santidade, todos somos chamados a alcançar no mundo de hoje a plenitude da vida, que está nessa íntima união com Deus, fonte de toda a vida.  “Todos os cristãos são chamados pelo Senhor à perfeição da santidade”.(LG31)  O Objetivo dessa Festa: Homenagear todos os Santos que morreram no Senhor, conhecidos ou não… Apresentar o ideal da SANTIDADE, como possível ainda hoje e ardentemente desejado por Deus: “Esta é a vontade de Deus, a nossa Santificação”. (1 Ts 4,3) A Santidade é participar da vida de Deus, que é “o Santo”. E sendo nós pecadores, supõe um processo de conversão permanentePara sermos santos, Cristo nos deixou alguns meios: Os Sacramentos… a Igreja… a Oração …, a Palavra de DeusNas famílias, em que não há cinco minutos para a Oração e para a Palavra de Deus, poderemos esperar frutos de santidade? Acolhamos o Apelo de Deus à Santidade…, e que os Santos sejam nossos modelos e intercessores nessa caminhada. Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa – 07.11.2021

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.