Arábia Saudita libera frigoríficos brasileiros para exportação de carne
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

11 nov 2019 às 15:11 hs
Arábia Saudita libera frigoríficos brasileiros para exportação de carne

NOTICIAS AO MINUTO

© ShutterStock

A autoridade sanitária da Arábia Saudita SFDA (Daudi Food and Drug Authority) habilitou oito frigoríficos do Brasil para exportação de carne bovina e subprodutos ao país árabe, informou nesta segunda-feira, 11, o Ministério da Agricultura. A medida é resultado de negociações iniciadas pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante missão em setembro e também da recente viagem do presidente Jair Bolsonaro ao país.

“Faz parte de toda a abertura que o Ministério da Agricultura vem fazendo juntamente com o governo federal”, disse Tereza Cristina em nota.

Passam a ter autorização para embarcar o produto aos sauditas Frigorífico Fortefrigo, Frigorífico Better Beef, Rio Grande Comércio de Carnes Ltda, Plena Alimentos, Indústria e Comércio de Alimentos Supremo, Frigol, Maxi Beef Alimentos do Brasil e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina.

Em 2018, as exportações de produtos agropecuários brasileiros para a Arábia Saudita renderam US$ 1,7 bilhão. Em volume, foram mais de 2,9 milhões de toneladas. A carne de frango representou 47,4% do valor vendido (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

Os principais produtos exportados para os sauditas são carne de frango in natura, açúcar de cana bruto, carne bovina in natura, soja em grão e farelo, milho, açúcar refinado e café solúvel e verde.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: