Audiência pública aponta direcionamentos para alavancar o turismo de Coxim

Correio do Pantanal

3 out 2021 às 19:56 hs
Audiência pública aponta direcionamentos para alavancar o turismo de Coxim

Sheila ForatoImprimirFoto: Hugo Crippa/CMS

Nesta semana, autoridades se reuniram em audiência pública para debater o turismo em Coxim. Ao final, vários direcionamentos foram apontados para alavancar o setor. Dentre eles, a formalização de empresas, conforme o diretor de desenvolvimento da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Geancarlo Meridhi.

Proposta pelo presidente da Casa de Leis, William Meira (PSDB), a audiência levantou informações importantes, cujas demandas estão sendo encaminhadas as pastas responsáveis. “Cumprimos o objetivo inicial, que era debater as necessidades do setor com a sociedade, assim como apontar sugestões para a retomada do turismo”, ponderou o presidente.

Durante os debates foram tratados diversos assuntos ligados ao tema, como revitalização, conservação e segurança dos pontos turísticos, estratégias de promoção, capacitação de profissionais e a organização de agências e receptivos para promoção de pacotes turísticos.

Presente na audiência, o prefeito Edilson Magro (DEM) reafirmou seu compromisso com o setor e informou que a estrutura municipal, por meio da gerência de Turismo, está à disposição para trabalhar em prol do turismo, fomentando a economia local.

O secretário do Conselho Municipal de Turismo, Adelino Alexandre Lopes, lembrou que nos últimos anos novas demandas surgiram em Coxim, como o turismo de aventura. “O caiaque e o jet-sky se juntaram ao rapel e precisam de regulamentação”, apontou Alexandre.

Ao final, William Meira fez um balanço positivo, agradeceu a participação de todos e explicou que as demandas vão ser enviadas as esferas municipal e estadual. “É com o coração cheio de alegria que digo a todos que nossa audiência teve sucesso em todos os aspectos esperados. Levantamos informações, debatemos assuntos levantados, sanamos dúvidas através de nossos palestrantes e colhemos reivindicações para nortear os próximos passos a serem seguidos diante do tema”, concluiu.

Com informações da assessoria de imprensa

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.