Após ver filhos concluírem estudos e cuidar dos netos, servidora de 57 anos faz prova do Enem em MS: ‘agora é a minha vez’

Correio do Pantanal

17 jan 2021 às 19:09 hs
Após ver filhos concluírem estudos e cuidar dos netos, servidora de 57 anos faz prova do Enem em MS: ‘agora é a minha vez’

Rosalina Ferreira, de 57 anos, é uma das candidatas entre as 15.549 pessoas que se inscreveram para a prova que estão na faixa etária de 31 a 59 anos em Mato Grosso do Sul. Neta foi ‘professora’ de redação.

Por José Câmara, G1 MS

17/01/2021 17h46  Atualizado há 2 horas


Servidora pública de 57 anos está otimista com a prova do Enem  — Foto: TV Morena

Servidora pública de 57 anos está otimista com a prova do Enem — Foto: TV Morena

Preparada para a prova do Enem neste domingo (17), com duas máscaras e frascos de álcool em gel, Rosalina Ferreira, de 57 anos, acredita que agora será a vez dela de ingressar em um curso de ensino superior. Após ver filhos concluírem os estudos e ajudar a cuidar dos netos, a servidora pública estima: “Agora chegou a minha vez, é minha vez de fazer a prova!”.

Rosalina destaca a trajetória dela até este domingo (17). Depois de ver os filhos cresceram e auxiliar na criação dos netos. “Primeiro eu dei oportunidade aos meus filhos. Fiquei cuidando dos meus netos, todos cresceram, e hoje estou aqui”.

A servidora pública contou a G1 sobre a ansiedade e ânimo ao fazer a prova:

“Eu vim preparada, meus filhos me ajudaram com os estudos e uma das minhas netas me ajudou com os ensinamentos para fazer uma boa redação”.

A candidata quer ingressar no curso superior de assistência social e afirma: “Quero ajudar as pessoas!”. Em Mato Grosso do Sul foram 15.549 pessoas entre 31 e 59 anos inscritos para fazer o Enem 2020. Um futuro melhor por meio da educação é o retrato da história da Rosalina.

Enem 2020

Em Mato Grosso do Sul, foram feitas 84.562 inscrições, sendo 82.638 para prova impressa e 1924 para a versão on-line. A maior faixa etária de inscritos é entre jovens de 21 a 30 anos. As provas vão acontecer em todo o país nos dias 17 e 24/01/2021 (versão impressa), e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital).

Segundo o Inep, o número de estudantes por sala foi reduzido em 50%. Todos os locais de prova serão higienizados antes e depois das aplicações.

O uso de máscara será obrigatório durante toda a prova. Aqueles que não utilizarem a barreira de proteção adequadamente, podem ser eliminados. A higienização das mãos com álcool em gel será obrigatória quando os participantes acessarem às salas.

As pessoas que são classificadas dentro do grupo de risco (idosos, gestantes e pessoas com doenças respiratórias ou que afetam a imunidade), identificados na inscrição, terão um ensalamento diferenciado. O Inep reforça que caso algum candidato esteja com sintomas característicos da Covid-19, ele não deve comparecer ao local da prova.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.