Família de Buenos Aires tinha filhote de puma como bicho de estimação

Correio do Pantanal

5 out 2019 às 17:06 hs
Família de Buenos Aires tinha filhote de puma como bicho de estimação

Animal de cerca de 6 meses foi resgatado e levado a um zoológico; homem foi indiciado por maus tratos.

Por G1

Filhote de puma encontrado em uma residência de Buenos Aires no dia 4 de outubro de 2019 — Foto: Tomás F. Cuesta/ Reprodução/Governo da Cidade de Buenos Aires

Filhote de puma encontrado em uma residência de Buenos Aires no dia 4 de outubro de 2019 — Foto: Tomás F. Cuesta/ Reprodução/Governo da Cidade de Buenos Aires

A agência de proteção a animais da Argentina resgatou uma filhote de puma de uma residência de Matadores, um bairro de Buenos Aires, na sexta-feira (4). O animal tem cerca de seis meses, de acordo com as estimativas dos veterinários.

A fêmea foi levada ao Bioparque Temaikén, um zoológico a 54 quilômetros do centro de Buenos Aires.

Um vizinho notou que havia um filhote de puma na residência. Ele chamou a polícia, que chamaram as autoridades especializadas em vida silvestre.

A puma estava dormindo em uma cama quando as equipes chegaram. Ela estava saudável e era alimentada com frango e restos de comida.

O filhote era mantido como um animal de estimação.

História duvidosa

Filhote de puma de 6 meses de idade — Foto: Tomás F. Cuesta/Reprodução/Governo da Cidade de Buenos Aires

Filhote de puma de 6 meses de idade — Foto: Tomás F. Cuesta/Reprodução/Governo da Cidade de Buenos Aires

Segundo a família que a mantinha em casa, eles encontraram o animal em uma estrada na província de Santiago del Estero, no norte da Argentina.

Essa versão, no entanto, é pouco crível, disse Guillermo Delfino, chefe de um parque silvestre da cidade, em entrevista ao “Clarín”.

Há quem compre animais silvestres em estradas de algumas províncias da Argentina, o que é ilegal, e mais tarde diga que os bichos foram encontrados na beira da estrada, segundo Delfino.

Um homem foi indiciado por maus tratos a animais –pela lei argentina, quem mantém um bicho silvestre em casa é enquadrado nessa lei.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: