Acusado de feminicídio em Coxim é condenado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Correio do Pantanal

7 jun 2018 às 09:46 hs
Acusado de feminicídio em Coxim é condenado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar
Coxim Agora,
Foto: Sidney Assis

Ademir Bispo Ferreira, de 41 anos foi condenado por homicídio culposo nesta quarta-feira (06), pelos jurados após um julgamento de aproximadamente 14 horas no Fórum da Comarca de Coxim.

Sete pessoas participaram do corpo de jurados, seis delas eram mulheres, que entenderam que Ademir não teve a intenção de matar Cristiane Silva Gonçalves, de 38 anos, na noite do dia 19 de março do ano passado após um desentendimento em um motel da cidade.

Ademir foi condenado pela juíza Tatiane Dias Said, a três anos em regime aberto pelo crime de homicídio culposo, como ele já havia cumprido metade da pena em regime fechado, ganhou a liberdade nesta noite.

Cristiane foi encontrada morta por um mototaxista na rua Estrada Velha, no bairro Nova Coxim, o acusado teria se desentendido com a vítima e provocado sua morte por asfixia, depois jogou seu corpo no local.

Uma semana após o crime, o autor se apresentou com um advogado na DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) de Coxim, Ademir teria assumido autoria do crime e justificado que matou Cristiane para se defender da vítima que no momento estava bastante agressiva.

(*) Colaborou Sidney Assis.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.