A ‘serviço do crime organizado’, helicóptero pousa em fazenda de MS para pegar bandido e droga, diz polícia

Correio do Pantanal

12 set 2019 às 23:13 hs
A ‘serviço do crime organizado’, helicóptero pousa em fazenda de MS para pegar bandido e droga, diz polícia

Piloto foi interrogado e confessou que não tinha plano de voo para pousar naquele município e, muito menos, em uma propriedade privada, de acordo com o delegado.

Por Graziela Rezende, G1 MS

Helicóptero faz pouso forçado em fazenda de MS, diz polícia  — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Helicóptero faz pouso forçado em fazenda de MS, diz polícia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um helicóptero fez um pouso de forma irregular em Ribas do Rio Pardo, na região leste do estado, nessa quarta-feira (11). As investigações apontam que o piloto e demais envolvidos estariam “a serviço do crime organizado” e buscam identificar onde estaria o carregamento da droga e qual seria o destino.

“Os envolvidos estão custodiados na delegacia e estamos investigando outros crimes. O grupo provavelmente tem ligação com o crime organizado e fez esse pouso para pegar um terceiro envolvido. A perícia está sendo feita, também estamos contando com o apoio da Deco [Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado]”, afirmou ao G1 o delegado Bruno Santacatharina, responsável pelas investigações.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada quando testemunhas constataram o pouso. O piloto, de 42 anos, foi levado para a delegacia e, em um primeiro momento, alegou que tinha parado ali ao perceber a falta de combustível. No entanto, após um período, ele confessou que não tinha plano de voo para pousar naquele município e, muito menos, em uma propriedade privada.

A polícia não encontrou drogas, porém, apontou que o próximo passo da ação criminosa era buscar a carga ilícita. Os envolvidos devem responder por associação criminosa, entregar-se na prática da aviação, acrobacia ou a voos baixos fora do zona em que a lei permite e atentado contra a segurança do transporte aéreo.

Perícia de MS está no local onde piloto fez pouso forçado — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Perícia de MS está no local onde piloto fez pouso forçado — Foto: Polícia Civil/Divulgação

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.