Espiões norte-americanos reafirmam que Rússia procurou ajudar eleição de Trump

Correio do Pantanal

13 mar 2018 às 06:48 hs
Espiões norte-americanos reafirmam que Rússia procurou ajudar eleição de Trump

Esta posição foi divulgada na segunda-feira por Brian Hale, porta-voz do Gabinete do Diretor das Informações Nacionais.

Hale referia-se assim à conclusão, divulgada em janeiro de 2017, pela Agência Central de Informações (CIA, na sigla em Inglês), Agência de Segurança Nacional (NSA) e polícia federal (FBI).

A defesa da avaliação feita pela comunidade dos serviços de informações é feita em resposta aos comentários do congressista republicano Mike Conaway que lidera a investigação à alegada interferência russa pela comissão de Informações da Câmara de Representantes.

Conaway, eleito pelo Estado do Texas, disse na segunda-feira que os republicanos que integram a comissão não aceitam a tese de que a Rússia procurou ajudar Trump.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.