Sonda ‘Esperança’ manda a sua primeira imagem de Marte

Correio do Pantanal

14 fev 2021 às 11:17 hs
Sonda ‘Esperança’ manda a sua primeira imagem de Marte

A sonda dos Emirados Árabes Unidos enviou a sua primeira imagem de Marte, alguns dias depois de entrar com sucesso na órbita do planeta vermelho, anunciou a agência espacial daquele país este domingo.

A sonda "Esperança" dos Emirados Árabes Unidos enviou sua primeira imagem de Marte
A sonda “Esperança” dos Emirados Árabes Unidos enviou sua primeira imagem de Marte

AFP14 Fevereiro 2021 — 12:29

“AMissão Marte dos Emirados Árabes Unidos captou a imagem do maior vulcão do sistema solar, Olympus Mons, emergindo à luz do sol na primeira hora da manhã”, disse em comunicado a agência espacial.

A imagem foi captada a uma altitude de 24700 km sobre a superfície marciana na quarta-feira passada, um dia depois da sonda se ter instalado na órbita de Marte.

O xeque Mohamed bin Rashid Al-Maktum, primeiro-ministro emirati e governador do Dubai, partilhou a imagem a cores num tuíte.https://platform.twitter.com/embed/Tweet.html?creatorScreenName=Di%C3%A1rio%20de%20Not%C3%ADcias&dnt=false&embedId=twitter-widget-0&frame=false&hideCard=false&hideThread=false&id=1360882054049771520&lang=pt&origin=https%3A%2F%2Fwww.dn.pt%2Fciencia%2Fsonda-esperanca-manda-sua-primeira-imagem-de-marte-13351538.html&siteScreenName=Di%C3%A1rio%20de%20Not%C3%ADcias&theme=light&widgetsVersion=889aa01%3A1612811843556&width=550px

“Primeira imagem de Marte captada pela primeira sonda árabe da história”, escreveu junto à foto.
Esta missão foi projetada para descobrir os segredos do clima marciano, mas os Emirados também querem que sirva de inspiração para a juventude da região.

“Esperança” tornou-se a primeira das três naves espaciais a chegar ao planeta vermelho, depois de a China e os Estados Unidos terem lançado missões em julho, aproveitando um momento durante o qual a Terra e Marte estão mais perto.

A missão emirati também tem como objetivo comemorar o 50.º aniversário da unificação dos sete emirados que compõem a nação.

“Esperança” permanecerá na órbita do planeta vermelho pelo menos por um ano marciano, ou seja, 687 dias terrestres, implantando três instrumentos científicos para analisar a atmosfera marciana. Está previsto começar a enviar mais informação para a Terra em setembro de 2021, com os dados disponíveis para cientistas de todo o mundo.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.