Servidor da Sefaz, Amarildo Cruz assume cadeira de Cabo Almi na Assembleia de MS

Correio do Pantanal

25 maio 2021 às 19:33 hs
Servidor da Sefaz, Amarildo Cruz assume cadeira de Cabo Almi na Assembleia de MS

Share on whatsapp Share on facebook Share on twitter Share on print

Adriel Mattos

O chefe da Unidade de Educação Fiscal da Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul), Amarildo Cruz, deve assumir a cadeira do deputado estadual Cabo Almi (PT), morto nesta segunda-feira (24) vítima da Covid-19. Cruz também é filiado ao PT e já foi membro da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul).

Almi foi diagnosticado com a doença causada pelo novo coronavírus em 5 de maio. Com 50% dos pulmões comprometidos, ele começou o tratamento em casa. Dois dias depois, teve piora no quadro e foi internado e intubado no Hospital da Cassems. Ele morreu 17 dias depois.

Quem é

Paulista de Presidente Epitácio, Amarildo Valdo da Cruz tem 68 anos e é servidor de carreira da Sefaz. É bacharel em Direito e Ciências Contábeis, pós-graduado em Gestão Pública e especialista em Ciências do Direito.

Foi coordenador-geral tributário e financeiro da pasta durante a gestão do ex-governador Zeca do PT e também diretor-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular), mas acabou na suplência em 2002.

Quatro anos depois, foi eleito e assumiu a 1ª vice-presidência da Alems no primeiro biênio da legislatura, entre 2007 e 2008. Reeleito mais duas vezes, foi primeiro secretário da Mesa Diretora entre 2017 e 2019.

Na última eleição, não conseguiu se reeleger e voltou à Sefaz.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.