Rapaz é indiciado por ter furtado rotweiller de 4 meses de família de MS: ‘A criança aqui de casa’, diz dono

Correio do Pantanal

3 fev 2021 às 21:42 hs
Rapaz é indiciado por ter furtado rotweiller de 4 meses de família de MS: ‘A criança aqui de casa’, diz dono

A Pantera está com o pedreiro Cláudio Basílio Lacerda desde que tinha 20 dias e quando sumiu, o deixou em desespero.

Por G1 MS

03/02/2021 13h31  Atualizado há 9 horas


Rotweiler furtada foi recuperada pela Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Rotweiler furtada foi recuperada pela Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um rapaz de 27 anos vai responder pelo crime de furto por ter levado uma cachorra de 4 meses, em Aquidauana, a 130 quilômetros de Campo Grande. O ‘sumiço’ da Pantera causou desespero à família, que passou o fim de semana procurando pela rotweiller e divulgou em várias redes sociais.

“Ela é a nossa criança aqui de casa. Eu fiquei muito desesperado. A gente pega muito amos pelo bichinho”, fala o dono da Pantera, o pedreiro Cláudio Basílio Lacerda.

A rotweiller sumiu no dia 29 de janeiro. Segundo Lacerda, um vento forte abriu o portão de elevação da casa dele e a cachorra saiu. O suspeito passou pela rua em uma motocicleta e pegou a cadela. “Ele até perguntou para o vizinho se era dele”.

Quando a família de Lacerda voltou para casa não mais encontrou a Pantera. Eles então divulgaram nas redes sociais fotos da rotweiler e telefone para contato e também procuraram em vários locais.

Com a divulgação do telefone, o suspeito entrou em contato com Lacerda, mas disse que havia visto a Pantera em um ponto bem distante da casa da família. O pedreiro desconfiou. “Ela não conseguiria andar tanto. É pesada, é filhote. Tem 20 quilos”.

A polícia foi então acionada e chegou até o suspeito. “Ele disse que tinha intenção de devolver. Mas as mensagens não indicavam isso. Ele então confessou que havia furtado”, fala o delegado Gabriel Salles, que indiciou o rapaz por furto.

Agora, a Pantera já está com os donos novamente e, como uma filhote, fazendo ‘arte’. “Ela acabou de destruir seis rolos de papel higiênico”, conta Lacerda.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.