O país que deixou a pandemia para trás e retomou a normalidade

Correio do Pantanal

30 jun 2021 às 10:23 hs
O país que deixou a pandemia para trás e retomou a normalidade

Volta ao Mundo28/06/2021

A Islândia tornou-se o primeiro país da Europa a suspender todas as restrições para travar a pandemia (Foto: Pixabay)

Após 15 meses de restrições e uma campanha de vacinação plena de sucesso, a Islândia anulou todas as medidas nacionais para controlar a propagação da pandemia de covid-19.

“É uma sensação estranha ter estado aqui tantas vezes para anunciar medidas mais duras. Agora, é tempo de retirá-las”, anunciou a primeira-ministra islandesa, Katrin Jakobsdottir.

A medida entrou em vigor no último sábado, 26 de junho.

“Estamos a restabelecer a sociedade em que vivemos”, assinalou a líder do Governo.

A decisão marcou o fim das regras sobre distanciamento social, uso de máscaras, limites de confraternização e horários de funcionamento de bares e restaurantes.

A Islândia, que introduziu restrições ao coronavírus pela primeira vez em março de 2020, tornou-se o primeiro país da Europa a suspender todas as restrições, de acordo com um cronograma de quatro etapas previamente estabelecido.

No entanto, serão mantidas limitações à entrada de pessoas no país. A partir de 1 de julho, os visitantes terão que apresentar um teste PCR negativo à chegada.

Quem não for vacinado estará sujeito a uma quarentena de cinco dias.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.