26 jul 2018 às 05:21 hs
Polícia de MS faz reconstituição de morte de idoso que teve corpo encontrado em freezer

A perícia tenta descobrir se outra pessoa ajudou a mulher a matar e a colocar o corpo do idoso em freezer.

 

A polícia de Aquidauana, a 141 km de Campo Grande, fez nesta quarta-feira (25), a reconstituição do assassinato de Wanderley de Souza, 72 anos, que teve o corpo escondido em um freezer. Investigadores querem saber se alguém ajudou a jovem de 19 anos, que confessou o crime.

Mulher que confessou crime participa de reconstotuição (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Mulher que confessou crime participa de reconstotuição (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Segundo a polícia, a mulher disse que tinha um relacionamento com o idoso e o assassinato foi em março, mas, o corpo só foi encontrado este mês, quando vizinhos desconfiaram do sumiço dele. A jovem pagou a conta de luz para manter o freezer funcionando.

Relembre o caso

Conforme o delegado, a jovem contou que queria dar fim ao relacionamento amoroso que mantinha com o idoso, porém, ele não aceitava. Na data do crime, o idoso pegou uma faca para agredí-la e em um momento de distração dele, ela conseguiu pegar a arma e o matou com golpes no pescoço e no peito. O crime foi no distrito de Cipolândia, distante 70km da cidade de Aquidauana.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.