Noruegueses salvaram tripulação de cargueiro holandês à deriva no mar

Correio do Pantanal

6 abr 2021 às 19:54 hs
Noruegueses salvaram tripulação de cargueiro holandês à deriva no mar

Um cargueiro holandês está à deriva no Mar da Noruega após ficar privado do motor. As autoridades marítimas norueguesas resgataram a tripulação e temem o naufrágio do barco.

O cargueiro “Eemslift Hendrika” lançou um pedido de socorro no final da manhã de segunda-feira, após uma forte tempestade ter provocado a deslocação da carga que transportava – várias embarcações menores entre Bremerhaven, na Alemanha, e Kolvereid, na Noruega.

Os doze tripulantes foram retirados em duas etapas, na segunda-feira, pelos serviços de resgate noruegueses. Os oito primeiros foram içados do convés do cargueiro enquanto os quatro últimos tiveram de saltar para a água. Um dos tripulantes ficou ferido.

Imagens divulgadas pelo departamento de socorro norueguês mostram o socorrista que ajudou os tripulantes a sair da embarcação a atirar-se à água no fim da operação, uma vez que era mais seguro recolhê-lo no mar que no navio.https://www.youtube.com/embed/HjOFmY3PIQw?enablejsapi=1&origin=https%3A%2F%2Fwww.jn.pt&widgetid=1

Vítima de um problema no motor, o “Eemslift Hendrika” continuou a flutuar em direção à costa norueguesa. Na manhã desta terça-feira, o cargueiro estava cerca de 130 quilómetros a noroeste da cidade portuária de Ålesund.

Uma das embarcações que carregava no convés caiu no mar, potencialmente ajudando a reduzir a sua inclinação, agora avaliada em cerca de 30 graus, depois de ter sido de entre 40 e 50 graus.

“A situação parece mais estável, mas ainda há o risco de virar”, disse à agência de notícias AFP Hans-Petter Mortensholm, funcionário da Administração Costeira da Noruega (Kystverket).

“Queremos colocar alguém a bordo para providenciar o reboque assim que as condições meteorológicas permitirem”, acrescentou.

As autoridades norueguesas temem que um possível naufrágio possa causar uma fuga de combustível, já que o cargueiro contem 350 metros cúbicos de fuelóleo pesado, 75 metros cúbicos de gasóleo e 10 metros cúbicos de óleo lubrificante.

Um navio da guarda costeira norueguesa, o KV Sortland, já chegou à área do acidente.

A empresa que opera o navio também recorreu à companhia holandesa de resgate Smit Salvage, que foi contratada para resgatar o cargueiro Ever Given no Canal de Suez na semana passada.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.