O que significa a volta do enriquecimento de urânio a 20% pelo Irã
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

5 jan 2021 às 07:34 hs
O que significa a volta do enriquecimento de urânio a 20% pelo Irã

4 janeiro 2021

Foto de arquivo mostra o presidente iraniano Hassan Rouhani (R) inspecionando tecnologia nuclear em Teerã (9 de abril de 2019)
Legenda da foto,O Irã diz que suspendeu seus compromissos nucleares em resposta às sanções restabelecidas pelos Estados Unidos

O Irã diz que retomou o enriquecimento de urânio com 20% de pureza, em sua violação mais significativa até agora do acordo nuclear feito em 2015 com outras potências mundiais.

O porta-voz do governo, Ali Rabiei, disse à imprensa estatal que o processo começou na usina subterrânea de Fordo, perto da cidade de Qom.

O urânio enriquecido pode ser usado para fazer combustível para reatores, mas também para produzir bombas nucleares. O urânio usado para fabricar armas possui 90% de pureza.

O Irã, que insiste que seu programa nuclear é pacífico, cancelou uma série de compromissos previstos no acordo.ADVERTISEMENThttps://81320f75a4187b8de155f6c8b816437e.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Mas o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu disse que a decisão do Irã “não pode ser explicada de nenhuma forma, exceto pelo contínuo progresso de sua intenção de desenvolver um programa nuclear militar”.

“Israel não permitirá que o Irã fabrique armas nucleares”, acrescentou.

O porta-voz da União Europeia, Peter Stano, disse que a ação do Irã, se confirmada, constituirá um “afastamento considerável” de seus compromissos no acordo nuclear e terá “sérias implicações (em termos de) não-proliferação nuclear”.

Rabiei disse à agência de notícias Irna na segunda-feira (4/1) que o processo de enriquecimento de urânio 20% havia começado “algumas horas atrás” em Fordo.

Tropas iranianas seguram o caixão de Mohsen Fakhrizadeh durante cerimônia fúnebre em Teerã (30 de novembro de 2020)
Legenda da foto,O parlamento do Irã aprovou uma lei exigindo enriquecimento de 20% após a morte de Mohsen Fakhrizadeh

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, ordenou o processo por conta de uma nova lei que exige a produção e armazenamento de até 120 kg de urânio 20% enriquecido anualmente para fins pacíficos.

O Parlamento do Irã aprovou essa lei após o assassinato, no final de novembro, do principal cientista nuclear do país, Mohsen Fakhrizadeh — que os líderes iranianos atribuíram a Israel.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou o enriquecimento a 20% na usina iraniana em um relatório a seus Estados-membros.

“O Irã começou hoje (4/1) a alimentar urânio já enriquecido a 4,1% de U-235 em seis centrífugas na usina de Fordo para enriquecê-lo a até 20%”, diz o comunicado.

O que é urânio enriquecido?

O urânio enriquecido é produzido alimentando o gás hexafluoreto de urânio em centrífugas para separar o isótopo mais adequado para a fissão nuclear, denominado U-235.

O urânio pouco enriquecido, que normalmente tem de 3 a 5% de pureza de U-235, pode ser usado para produzir combustível para usinas nucleares comerciais.

O urânio altamente enriquecido tem uma concentração de 20% ou mais e é usado em reatores de pesquisa.

Segundo os termos do acordo nuclear, o Irã estava autorizado a enriquecer urânio apenas com uma pureza de 3,67%, a estocar no máximo 300 kg do material, operar no máximo 5.060 de suas centrífugas mais antigas e menos eficientes e tinha sido obrigado a encerrar totalmente o enriquecimento em Fordo.

Mas o Irã tomou medidas para “reduzir” esses compromissos desde que Trump restabeleceu sanções para obrigá-lo a negociar a substituição de um acordo que ele disse ser “defeituoso em sua essência”.

As etapas incluíram aumentar o estoque de urânio pouco enriquecido, produzir urânio enriquecido com 4,5%, reiniciar centrífugas avançadas e retomar atividades de enriquecimento em Fordo.

O Irã enfatizou que as decisões podem ser revertidas se as sanções dos EUA forem suspensas.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, que assumirá o cargo em 20 de janeiro, disse que considerará voltar ao acordo nuclear, desde que o Irã volte a cumpri-lo totalmente e se comprometa com novas regras.

Mas a recente medida adotada pelo Irã pode atrapalhar a oferta de Biden de voltar a entrar no acordo.

Por que 20% de pureza é muito?

Especialistas da Associação de Controle de Armas disseram no mês passado que 120 kg de urânio enriquecido a 20% era cerca da metade da quantidade de urânio que, quando enriquecido até o nível de armas (90% ou mais), seria necessário para uma bomba.

Eles também alertaram que a produção de urânio altamente enriquecido representaria um risco de proliferação mais sério a curto prazo.

Isso porque ir do estado natural do urânio de concentração de 0,7% de U-235 para 20% leva cerca de 90% do esforço total necessário para chegar ao grau para fabricar armas.

Antes de fazer o acordo nuclear, o Irã tinha quantidade suficiente de urânio enriquecido com 20% e diversas centrífugas com “tempo de término” estimado em cerca de dois a três meses.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: