Milionário indiano revela ser o comprador de obra digital que bateu recorde em leilão

Correio do Pantanal

19 mar 2021 às 21:18 hs
Milionário indiano revela ser o comprador de obra digital que bateu recorde em leilão

Obra custou 58, 4 milhões de euros a Vignesh Sundaresan.

Milionário indiano revela ser o comprador de obra digital que bateu recorde em leilão

DN/Lusa19 Março 2021 — 16:45

Omilionário indiano Vignesh Sundaresan revelou ser o comprador da obra digital vendida há uma semana, num leilão da Christie´s, por 58,4 milhões de euros, valor recorde para aquele tipo de obra, numa ação em prol da igualdade racial.

A obra intitulada Everydays: The First 5,000 Days (“Todos os dias: Os primeiros 5000 dias”, em tradução livre), do artista norte-americano Beeple, cujo verdadeiro nome é Mike Winkelmann, é uma colagem digital de fotografias tiradas desde 1 de maio de 2007, ao longo de 5000 dias, e tinha sido arrematada por um comprador de pseudónimo Metakovan.

Metakovan, programador e investidor digital, fundador e financiador da Metapurse, o maior fundo mundial de NFT (ativos únicos digitais), como a leiloeira Christie’s o apresentou, assumiu a identidade na quinta-feira, no seu blogue, relatando a história pessoal, desde as suas origens, no estado indiano de Tamil Nadu, os estudos de engenharia, a ascensão a empreendedor, com sede em Singapura, e a milionário.

No blogue, Sundaresan diz que os pseudónimos “nunca tiveram a intenção de ser máscaras”, e que o seu objetivo, com esta compra, em leilão, foi “mostrar aos indianos e às pessoas de cor que também podem ser mecenas, que a criptografia é um poder equalizador entre o Ocidente e o resto do mundo, e que o sul global está a crescer”.

“Ao contrário do mundo das ´startup´, onde a angariação de capital é opaca e confinada a um pequeno grupo de pessoas, novas ideias no cripto-mundo são lançadas por pessoas como eu”, disse, sobre a altura em que era ainda um desconhecido.

A venda da obra caiu como uma bomba no mercado da arte, onde as peças digitais ainda eram um nicho recente.

O pintor britânico David Hockney e o artista plástico norte-americano Jeff Koons são os únicos artistas na História da arte com registo de venda obras por um preço superior, ainda em vida, embora a obra de Beeple tenha sido comprada com recurso, também pela primeira vez, a cripto-moeda, mediante a tecnologia Blockchain, na autenticação e colecionismo de arte.

Na altura, o artista declarou: “Acredito que estamos a testemunhar o início do próximo capítulo da história da arte, a arte digital”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: