11 out 2017 às 05:40 hs
Melania Trump não gostou que a ex-mulher de Donald Trump se referisse a si própria como “primeira-dama”
  • Fotografia: REUTERS/Alessandra Tarantino/pool
  • Fotografia: Hannah Mckay/Reuters
  • melania e donald
    Fotografia: Jonathan Ernst/Reuters
  • Melania e Donald Trump
    Fotografia: Yuri Gripas/Reuters
  • Melania e Donald Trump
    Fotografia: Joshua Roberts/Reuters
  • Melania Trump
    Fotografia: Hannah Mckay/Reuters
  • Melania e Ivanka Trump
    Fotografia: REUTERS/Alessandra Tarantino/pool
  • melania
    Fotografia: Hannah Mckay/Reuters

A primeira mulher de Donald Trump referiu-se a si própria como “primeira-dama” numa entrevista que foi para o ar na passada segunda-feira, provocando visível desagrado à verdadeira primeira-dama, Melania Trump.

“Eu não quero causar qualquer tipo de ciúmes ou algo assim porque, basicamente, eu sou a primeira mulher de Trump. Eu sou a primeira-dama”. Foi com esta declaração que a ex-mulher de Donald Trump fez estalar o verniz entre si e a atual mulher do presidente dos Estados Unidos da América, Melania Trump. Apesar disso, Ivana, de 68 anos, diz não ter vontade de estar em Washington D.C e ter recusado uma viagem à República Checa oferecida pelo Presidente, porque “ama a sua liberdade”.

Ivana Trump, que foi casada com o magnata entre 1977 e 1992, gabou-se ainda, no “Good Morning America”, ​​transmitido pela ABC, de que tem um “número direto” para a Casa Branca e de que fala com o ex-marido aproximadamente uma vez de duas em duas semanas.

Melania Trump, de 47 anos, não tardou a reagir. Criticou as observações de Ivana e classificou-as como “procura de atenção” e “falta de autoestima”. “Eu não falo sobre ela. É uma exibicionista, nunca conseguiu nada na vida”, declarou à CBS.

TEXTO: Mafalda Carraxis

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.