12 mar 2018 às 09:11 hs
Ex-procuradora acusa governador do Rio Grande do Norte de corrupção

NOTICIAS AO MINUTO

© Reprodução/Facebook

Presa em 2015 por suspeita de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, a ex-procuradora Rita das Mercês disse ao Ministério Público Federal ter recebido pagamentos mensais de R$ 5 mil, entre 2015 e 2017, para encobrir suposto esquema de corrupção na Casa que teria beneficiado, inclusive, o governador Robinson Faria (PSD).

Rita garante, segundo matéria do “Fantástico”, da TV Globo, que deputados estaduais e federais, além do governador, teriam desviado ao menos R$ 9 milhões dos cofres públicos – apenas Robinson, ainda de acordo com ela, teria levado R$ 100 mil mensais até agosto de 2015, mês de início da Operação Dama de Espadas.

Além de investigado no Rio Grande do Norte, o governador é alvo da Operação Lava Jato por suspeita de recebimento de propina da JBS.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.