27 dez 2018 às 11:57 hs
Em MS, mais de 20 mil ainda não sacaram abono e podem perder R$ 14 milhões

MIDIAMAX

FOTO ILUSTRATIVA

Mais de 20,5 mil trabalhadores de Mato Grosso do Sul ainda não sacaram o abono salarial referente a 2016 e podem deixar nos bancos mais de R$ 14 milhões, segundo dados do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

O prazo máximo para o saque é 28 de dezembro, próxima sexta-feira, sem possibilidade de prorrogação. Após a data, o recurso retornará ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

O valor disponível em todo o Brasil chega a R$ 1,3 bilhão. Estão aptos a receber o abono salarial ano-base 2016, trabalhadores inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, ou que tenham trabalhado formalmente, por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Para consultar se o benefício está disponível, basta acessar http://verificasd.mtb.gov.br/abono/ com o número do PIS ou telefone 0800 726 0207. Para quem tem Pasep, basta consultar o site do Banco do Brasil ou ligar 0800 729 0001.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.