10 ago 2017 às 16:40 hs
Comemoração do aniversário de dona Didi Spengler e de sua filha Maria Auxiliadora

Como é bom comemorar o aniversário de quem a gente ama de coração, nesta manhã tivemos o privilégio de comemorar o aniversário de duas mulheres da família Spengler, dona Maria Guilhermina Spengler Mascarenhas, a dona Didi, como é conhecida aqui na Terra do Pé de Cedro e também o aniversário de sua filha Maria Auxiliadora.

Já que Auxiliadora aniversariou dia (8), a festa com os amigos já havia começado e nos  apenas continuamos.

Dona Didi completou no 09 seus 93 anos e não podíamos deixar de estar ao seu lado neste momento tão importante. Fomos muito bem recebidos como sempre que ali chegamos. Ela nos recebeu no portão principal de sua fazenda com aquele sorriso no rosto e alegria no coração. Sua filha a Maria Auxiliadora apesar dos diabetes, naquele dia, deu uma puladinha de cerca, como se costuma dizer, e comeu do seu bolo à vontade, mandou seus diabetes de férias e comemorou pra valer.

Durante o tempo que ali estivemos foi possível ver um cordão de amigos dedicando a ela um grande carinho. Hoje é impossível se falar em história e cultura desta cidade sem mencionar a família Spengler, uma das famílias tradicionais de Coxim e que muito contribuiu para o progresso do município e em especial a dona Didi.

Nascida em Coxim numa fazenda da cidade na Beira da Figueira, na Ponte do Taquari é uma mulher de uma personalidade marcante, serena e de uma simplicidade ímpar. Amante da cultura coxinense, cronista, memorialista, bastante premiada em concursos da literatura regional.

Foi bom relembrarmos ali momentos marcantes do tempo de glória da nossa cultura, dos acontecimentos históricos, memorialísticos, entre outras coisas. Fez questão que apreciássemos um maravilhoso almoço caseiro daqueles que a gente prova e nunca mais esquece.

Em boa companhia e num lugar daquele a gente nem vê a hora passar. Nos final nos restou comer uns bons pedaços de bolo e registrar em fotos o inesquecível momento. Pegamos aquela estrada cheia de poeira e chegamos em casa felizes por ter ali estado.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.