16 jun 2017 às 10:29 hs
Assalto em açaí foi premeditado, diz suspeito baleado por PM de folga

midiamax.com.br

O assalto a um comércio de açaí na noite de ontem, quinta-feira (15), foi premeditado afirmou um dos envolvidos, que foi baleado durante troca de tiros com um policial militar de folga. O trio já havia escolhido o local e o horário para ‘atacar’, no fim do expediente.

O movimento de clientes era intenso, na noite do Feriado de Corpus Christi, e o local contava com 12 funcionários no momento do assalto.

De acordo com proprietário do local, que preferiu não se identificar, os bandidos invadiram a galeria no fim do expediente quando parte dos funcionários fechavam o caixa e o restante organizava o local.

Preocupado com os clientes e funcionários, o dono passou todo o dinheiro, e em seguida a dupla fechou a porta deixando todos os funcionários para o lado de dentro. Uma funcionária de 27 anos disse que o PM pegava açaí para a viagem quando tudo aconteceu.

No local é possível ver sete marcas de disparos na parede. O estabelecimento conta com três câmeras de segurança que serão repassadas a Polícia Civil.

À reportagem, o baleado identificado como Yan Victor de Jesus, de 18 anos, disse que o local foi escolhido antes do crime. De acordo com o suspeito, ele participou do assaltou porque precisava para pagar uma conta, mas não informou se era dívida com tráfico de drogas. Se dizendo arrependido, afirmou que a intenção era só de levar o dinheiro do caixa. Yan já havia sido apreendido quando adolescente.

Assalto

O assalto ocorreu por volta das 23h30, desta quinta-feira (15), e terminou com um bandido ferido na coxa após troca de tiros com um policial militar de folga. O trio armado chegou ao local roubou celulares, R$ 1,9 mil e dois conseguiram fugir.

Conforme o boletim de ocorrência, o policial militar de 40 anos lanchava no local acompanhado de seus familiares, quando percebeu a ação de dois homens armados no interior da lanchonete. O militar aguardou o momento oportuno para dar voz de prisão, mas os suspeitos reagiram e houve troca de tiros.

Um dos bandidos identificado como Yan Victor de Jesus, de 18 anos, foi atingido, na altura da coxa direita, e atendido na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Jardim Leblon, sob escolta policial. O suspeito confirmou a participação dos comparsas, inclusive, do motorista do VW Gol, prata, que auxiliou na fuga.

O suspeito foi levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), da Vila Piratininga, com lesões no joelho e o disparo sofrido. Outros dois ainda não foram presos.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.