Flagrante de biólogo mostra muçum enrolado no bico de garça em MS

Correio do Pantanal

6 mar 2021 às 21:13 hs
Flagrante de biólogo mostra muçum enrolado no bico de garça em MS

Flagrante foi feito pelo biólogo Edu Fragoso, no Pantanal de MS.

Por Flávio Dias, G1MS — Campo Grande

05/03/2021 15h11  Atualizado há um dia


Flagrante de biólogo mostra muçum enrolado no bico de garça — Foto: Edu Fragoso/Foto

Flagrante de biólogo mostra muçum enrolado no bico de garça — Foto: Edu Fragoso/Fotohttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A cena de uma garça-moura (Ardea cocoi) com um muçum enrolado no próprio bico após conseguir pescá-lo em uma lagoa do Pantanal de Miranda em Mato Grosso do Sul, foi flagrada pelo biólogo Edu Fragoso.

A imagem divulgada nesta quinta-feira (4) em uma página online de natureza, mostra a ave com o peixe que tem corpo serpentiforme, o que aparenta ser uma cobra.

“Eu fiquei por um bom tempo observando a cena antes da garça conseguir engolir o muçum”, explicou ao G1.

Ainda de acordo com o biólogo, o flagrante feito no ano passado. Ele conta que não foi possível registrar o momento em que a ave engoliu o muçum, porque a garça ficou de costas para ele.

De hábitos solitários, a garça-moura vive na beira de lagos de água doce, rios, estuários, manguezais e alagados. Diferente de outras garças, a espécie captura presas em lugares com maior profundidade.

A espécie vive na beira de lagos de água doce, rios, estuários, manguezais e alagados — Foto: Rubens Galdino/VC no TG

A espécie vive na beira de lagos de água doce, rios, estuários, manguezais e alagados — Foto: Rubens Galdino/VC no TGhttps://73adbd955384c6f7887f14765f7182d5.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A dieta da ave varia entre sapos, rãs, pererecas, caranguejos, moluscos e pequenos répteis, além de espécies diferentes de peixes, como o muçum.

Fragoso que trabalha no Onçafari, no Refúgio Caiman, em Miranda, também é colecionador de outros flagrantes de aves. No final de janeiro deste ano, ele conseguiu dez fotos de aves no formato 3×4, imagens que viralizaram na internet.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: