Federal mira distribuidor de notas falsas em cidades de MS e deflagra operação

Correio do Pantanal

27 abr 2022 às 09:26 hs
Federal mira distribuidor de notas falsas em cidades de MS e deflagra operação

CAMPO GRANDE NEWS

Foto: Ilustração

Morador de Três Lagoas, cidade distante cerca de 338 quilômetros de Campo Grande, está na mira da “Operação Nummus Baro”, deflagrada nesta quarta-feira (27), pela PFMS (Polícia Federal de Mato Grosso do Sul), que investiga distribuição de notas falsas em cidades do Estado.

Para contribuir com a apuração policial, a PF cumpriu um mandado de busca e apreensão nesta manhã. Na casa do investigado, foram apreendidos aparelhos celulares, bem como documentos com anotações, indicando que ele realmente comercializava cédulas falsas por meio da internet.

Segundo a Polícia Federal, o suspeito foi levado para a delegacia, ouvido e liberado. Os objetos apreendidos passarão por exames periciais e análise da equipe de investigação. Em caso de indiciamento, ele poderá responder pelo crime de moeda falsa, com pena privativa de liberdade de até 12 anos de reclusão.

Investigação

A investigação começou após diversas apreensões de cédulas falsas em outros municípios de Mato Grosso do Sul, indicando que o morador de Três Lagoas seria o responsável por distribuir as cédulas.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.