Educa Mais Brasil está com inscrições abertas para bolsas de estudo em Coxim

Correio do Pantanal

23 maio 2018 às 10:33 hs
Educa Mais Brasil está com inscrições abertas para bolsas de estudo em Coxim
Edição de Notícias,

Foto: Divulgação Assessoria

O Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, está com inscrições abertas para 2018 e disponibiliza mais de 500 mil bolsas de estudo de até 70% para diversos cursos e instituições de ensino em todo o Brasil.

As vagas abrangem cursos de graduação e pós-graduação, presenciais e a distância (EAD), em faculdades como Estácio, Unopar, Unip, Anhanguera, Uniasselvi, entre outras. Em Mato Grosso do Sul são mais de 36 mil oportunidades. Confira as bolsas em Coxim: https://www.educamaisbrasil.com.br/faculdades-e-universidades/ms/coxim.

“A bolsa de estudo é uma forma viável de formação e preparação para o mercado de trabalho, justamente porque traz mais segurança financeira: ao ser contemplado o estudante utiliza o desconto concedido sem ter que acumular dívidas futuras”, explica Andréia Torres, diretora de Expansão e Relacionamento do programa.

Os interessados nas vagas devem acessar o site www.educamaisbrasil.com.br, escolher o nível de escolaridade pretendido, buscar pela cidade de interesse, modalidade, curso ou instituição. A diretora ainda ressalta: “Para concorrer à bolsa não é necessário ter feito o Enem, nem comprovar renda ao programa”.

A aprovação pode ser consultada pelo Portal do Aluno, no site do programa ou na central de atendimento: para Capitais e Regiões Metropolitanas 4007-2020 ou para demais localidades 0800 724 7202 (também disponível para WhatsApp).

Programas do Governo

O Educa Mais Brasil é um programa de inclusão educacional privado, onde os estudantes também podem obter informações sobre outras alternativas de ingresso no ensino superior, como os programas do governo: Enem, Sisu, Prouni e FIES.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.