3 maio 2019 às 05:54 hs
Secretaria confirma que estudante de 18 anos morreu após pegar dengue em MS; é a 16° vítima no estado

Por G1 MS

 


Adailson da Silva, de 18 anos — Foto: Facebook/Reprodução Adailson da Silva, de 18 anos — Foto: Facebook/Reprodução

Adailson da Silva, de 18 anos — Foto: Facebook/Reprodução

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Corumbá, a 427 km de Campo Grande, confirmou nesta quinta-feira (2) a primeira morte por dengue no município em 2019. A vítima é o estudante Adailson da Silva, de 18 anos.

De acordo com nota da secretaria, o paciente procurou atendimento no dia 26 de janeiro e no mesma data foi internado. Três dias depois, por conta de uma insuficiência renal causada pela dengue, Adailson morreu.

O documento ainda afirma que o Centro de Controle de Vetores encontrou diversos criadouros na região em que a vítima morava e que somente em uma das residências foram encontrado 33 focos com larvas.

Contado com o estudante, já foram confirmadas 16 mortes por dengue em Mato Grosso do Sul em 2019.

Mortes por dengue em MS

  • Campo Grande: 7
  • Dourados: 3
  • Três Lagoas: 3
  • Maracaju: 1
  • Ponta Porã: 1
  • Corumbá: 1

Em um período de 120 dias, entre 1º de janeiro e 30 de abril, a secretaria de Saúde de Campo Grande (Sesau) notificou 27.417 casos de dengue. A média é de 228,4 casos por dia; 9,5 por hora e um registro a aproximadamente cada 6 minutos.

Os dados são do mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Sesau. Do total de notificações, foram confirmados como casos da doença, 4.729.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.