2 jan 2019 às 10:28 hs
Retrospectiva G1 MS: veja as matérias mais lidas em 2018

Por G1MS — Campo Grande

 

Ao longo deste ano, várias assuntos se tornaram matérias no G1 MS, histórias que marcaram e que merecem ser destacadas nesta retrospectiva. Veja agora as matérias mais lidas em 2018, com Flávio Dias e Jaqueline Naujorks:

Flávio Dias e Jaqueline Naujorks trazem as matéria mais lidas e acessadas no G1 MS em 2018.

Flávio Dias e Jaqueline Naujorks trazem as matéria mais lidas e acessadas no G1 MS em 2018.

Janeiro

No mês de jameiro, uma onça-parda resolveu dormir em um pé de jaca, em Dourados (MS), vários profissionais trabalahram para tirar o animal da árvore. Ela foi resgatada no dia seguinte.

Fevereiro

Em fevereiro, uma imagem chamou a atenção no G1, uma trilha usada por turistas, ficou completamente submersa após uma chuva intensa em Jardim, região conhecida por passeios de flutuação em águas cristalinas. A água era tão transparente que dava para ver o caminho todo, certinho, olha só que imagem linda.

Março

No mês de março, uma das matérias mais lidas do G1, é um marco para a comunidade LGBT, a primeira transexual a mudar de nome no Brasil sem fazer cirurgia, é de Mato Grosso do Sul. Kaio Borges conseguiu a autorização por uma decisão do Supremo Tribunal Federal.

Abril

No mês de abril, a reportagem mais lida é sobre o avião interceptado pela força Aérea Brasileira em Corumbá. Os militares dispararam tiros de detenção e o piloto fez um pouso forçado na divisa entre MS e MT. O avião estava cheio de cocaína, cerca de meia tonelada da droga.

Maio

No mês de maio, na semana das mães, todos os dias tinha uma matéria especial sobre o amor de mãe no G1, a mais lida foi a história de uma mãe que em 1982 teve uma filha, quando a menina nasceu, foi dada como morta e a mãe nunca viu o corpo. Depois de 36 anos, a jovem procurou uma investigadora da capital, que encontrou a mãe dela.

Mais uma matéria da retrospectiva do mês de maio, é a história da Marcella, ela teve o Felipe, um bebê muito esperado, que nasceu com um problema no coração e faleceu 31 dias depois. Essa mãe conta que preferiu enfrentar o luto sem dor e sofrimento, como uma prova de amor ao menino. E uma novidade sobre essa história: Marcela está grávida novamente e espera um menino.

Junho

Em junho, uma das matérias mais importantes do mês, fala sobre a condenação do professor, acusado de estuprar, matar e esquartejar o menino Kauan, no dia 28. O homem foi condenado a 66 anos de prisão.

Julho

Em julho, a matéria mais lida do G1 MS foi uma história curiosa, uma equipe de filmagem que se perdeu no pantanal, pediu socorropendurando um bilhete em um drone, e mandando o aparelho até uma fazenda. Graças à engenhosidade deste pessoal, eles foram resgatados rapidamente.

Agosto

No mês de agosto teve muitas matérias, mas, mais lida foi sobre a Erika, a brasileira estudante de medicina, assassinada em Pedro Juan Caballero. O homem que a matou foi identificado dias depois pela polícia paraguaia e está preso.

Setembro

Em setembro, a matéria mais lida foi sobre o caso de uma menina de 13 anos, grávida do próprio pai e que era abusada desde os 11 anos. O homem rasgou o documento judicial que o obrigava a ficar longe da filha.

Teve também a transferência de Adélio Bispo, o homem que esfaqueouna época, candidato a presidente, Jair Bolsonaro, para o presídio de Campo Grande.

Outubro

Em outubro, o mês das eleições no Brasil, no G1 MS, trabalho intenso, desde as convenções, passando por entrevistas, debates, pesquisas e a cobertura em tempo real da votação no primeiro e no segundo turno. Destaque para o resultado da eleição em Mato Grosso do Sul, em que Reinaldo Azambuja foi reeleito governador.

Ainda em outubro, além de todo o material das eleições, teve muita história também. Uma das matérias mais lidas, é a história de uma moradora de Três Lagoas que ficou 22 dias com o corpo da mãe enterrado no quintal de casa, quando os vizinhos sentiram o cheiro, a mulher disse que seria de uma ratazana morta.

Novembro

No mês de novembro, a matéria mais lida do mês foi sobre o narcotraficante Marcelo Piloto, que assassinou uma jovem dentro de sua cela, na penitenciária em Assunción, no Paraguai. Segundo o Ministério Publico paraguaio, a intenção dele seria manipular a Justiça do país para não ser extraditado para o Brasil. Marcelo Piloto acabou sendo expulso do país vizinho na semana seguinte.

Dezembro

E por fim, o mês de dezembro, a matéria mais lida do mês é a da pequena Gabrielle, que foi espancada por colegas de escola usando uma mochila, na saída da aula. A menina morreu uma semana depois.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.