14 fev 2019 às 23:46 hs
Polícia identifica dupla que furtou corpo de mulher de cova em MS: ‘Um dos homens é obcecado por ela’

Por Graziela Rezende, G1 MS

 


Cova sem o corpo no cemitério de Dois Irmãos do Buriti — Foto: Buriti NewsCova sem o corpo no cemitério de Dois Irmãos do Buriti — Foto: Buriti News

Cova sem o corpo no cemitério de Dois Irmãos do Buriti — Foto: Buriti News

A Polícia Civil desvendou parte da ação criminosa de dois homens, que furtaram o corpo de uma mulher de 37 anos, no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, a 98 km de Campo Grande. Segundo a delegada Nelly Macedo, responsável pelas investigações, um dos homens é obcecado pela vítima e ainda está com o cadáver escondido.

“O crime está desvendado, assim como os autores e até o carro que utilizaram no crime. Nós temos imagens de câmeras de segurança e estamos aguardando o contato do advogado, que ficou de apresentar os envolvidos e entregar a localização do cadáver. É só neste momento que vamos entender o que mais há para ser descoberto. O que se sabe, até o momento, é que um dos homens é obcecado por ela”, afirmou ao G1 a delegada.

Conforme a polícia, o corpo foi furtado da cova na madrugada de terça-feira (12), por volta de 1h (de MS). O coveiro verificou o furto ao chegar no cemitério para trabalhar.

Entenda o caso

Rosilei Potronieli, de 37 anos, foi ferida a facadas no abdômen após discussão com um homem em um bar do município de Terenos, a 23 km de Campo Grande, na noite de sábado (9).

Ela chegou a ser socorrida, porém, devido a gravidades dos ferimentos, foi encaminhada para a Santa Casa e lá morreu na madrugada de domingo (10). Na segunda (11), houve o enterro. No outro dia, o coveiro responsável pelo local verificou que a cova estava aberta e informou à polícia.

Um trabalhador rural de 38 anos se apresentou à polícia quarta-feira (13) e confessou ter esfaqueado a mulher.

Coveiro encontrou a terra remexida sobre a cova da mulher no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, e ao verificar, constatou que o caixão estava vazio. — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV MorenaCoveiro encontrou a terra remexida sobre a cova da mulher no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, e ao verificar, constatou que o caixão estava vazio. — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena

Coveiro encontrou a terra remexida sobre a cova da mulher no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, e ao verificar, constatou que o caixão estava vazio. — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.