31 out 2018 às 11:58 hs
PF cumpre mandado de prisão em Corumbá contra o tráfico internacional de cocaína

Operação Carcará foi deflagrada hoje em cinco Estados

Por RENAN NUCCI

A organização criminosa, com sede em Mato Grosso e São Paulo, “importava” droga da Bolívia com alto teor de pureza. O entorpecente era carregado por meio de aeronaves, sendo depositado na cidade de Colniza (MT). Do município, o material seguia para São Paulo em caminhões com fundos falsos, geralmente localizados nos tanques de combustíveis.

As investigações apontam que o grupo utilizava rastreadores via satélite para monitorar os caminhões carregados com drogas. A PF ainda apurou que um dos presos, que já se encontra preso por homicídio, possuía aeronave e carteira de piloto para voar. No decorrer da operação foi apreendida mais de meia tonelada de entorpecentes.

Todos os bens (móveis, veículos e aeronaves) da organização estão sendo apreendidos e foram sequestrados por ordem judicial. Ao todo, além de Corumbá, os mandados são cumpridos em Tangará da Serra (MT) e Cuiabá (MT), Suzano (SP) e Itaquaquecetuba (SP), Goiânia (GO) e Londrina (PR). O nome da operação é uma referência à ave Carcará que, enquanto realiza seu voo, acompanha atentamente os fatos que ocorrem na terra.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.